Copa do Mundo no Catar poderá ter maratona de seis jogos por dia, diz blog

Com ampla possibilidade de antecipar o aumento de participantes para a Copa do Mundo no Catar, em 2022, a Fifa já estuda algumas maneiras de organizar o torneio. Além de já pensar uma fórmula para evitar o “jogo de compadres”, a entidade também preocupa-se com o calendário inchado. Segundo informações do blog do Marcel Rizzo, do UOL Esporte, a única maneira que a Fifa encontrou para comportar jogos de 48 seleções, foi fixando uma quantia expressiva de seis jogos por dia.

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: Divulgação

Apesar da ampliação no número de seleções participantes, a quantidade de dias disponíveis para o Mundial de 2022 foi reduzida de 32 para 28 dias – previsto do 21 de novembro a 18 de dezembro, em função do forte calor qatariano no meio do ano. Mantendo as oito datas padrões, a entidade se vê obrigada a promover uma verdadeira maratona de partidas.

Nos moldes atuais, com 32 seleções, a Copa do Mundo é disputada tendo quatro dias com quatro partidas, mas somente nas últimas rodada da fase de grupos para evitar “jogo de compadres”. Nos outros dias da primeira fase são realizados três duelos, enquanto nas fases seguintes, apenas dois jogos diários.

No último dia 15 de março, uma reunião do Conselho da Fifa, realizado em Miami, deu mais um sinal positivo para as modificações serem antecipadas já para 2022. Vale lembrar que, a configuração com 48 seleções já foi oficializada para 2026. Contudo, esta edição terá sede tripla – EUA, México e Canadá.

Para organizar a Copa de 2022 neste formato, a entidade ainda precisa convencer o Catar a aceitar o compartilhamento do evento com outros países vizinhos. Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrein, Omã e Kuwait, aparecem como os cotados pela entidade, contudo, os três primeiros não mantém bom relacionamento com o Catar.

Outra preocupação da Fifa refere-se a diferença no tempo de descanso de uma seleção para outra. Neste formato, equipes podem chegar à segunda fase tendo descansado seis dias, enquanto outras teriam apenas três.

O veredicto final sobre a aprovação ou não do inchaço de seleções já em 2022 sairá no dia 5 de junho, quando ocorre um Congresso da Fifa, em Paris.

LEIA MAIS:
LIVERPOOL LEGENDS X MILAN GLORIE: SAIBA COMO ASSISTIR AO AMISTOSO AO VIVO NA TV
MESSI SENTE LESÃO E É CORTADO APÓS REVÉS DA ARGENTINA EM AMISTOSO
EUROPEUS NÃO QUEREM JOGAR AMISTOSOS COM O BRASIL, SEGUNDO CBF