Torcedores – Notícias Esportivas

Veterano dá declaração racista sobre a presença de brasileiro na seleção russa

O atacante Pavel Pogrebnyak deu declarações lamentáveis em uma entrevista ao jornal Sport Express. O jogador de 35 anos, veterano na seleção russa, foi altamente racista e xenofóbico ao reclamar da naturalização e convocação de “pessoas de cor” para a seleção europeia. A fala do atleta russo atingiu diretamente o brasileiro Ari, do Krasnodar, que recentemente conseguiu a sua naturalização e pouco tempo depois foi chamado pelo técnico Cherchesov.

Cido Vieira
Jornalista graduado. Redator do Torcedores.com desde 2017. Repórter na rádio Provisão FM Caruaru.

Crédito: Atacante Ari foi vítima de racismo e xenofobia na Rússia - Divulgação - Krasnodar

“É ridículo que pessoas de cor joguem na seleção russa”, afirmou o atleta, atualmente no FK Ural.

“Tenho uma opinião negativa a respeito (das naturalizações). Não vejo sentido. Por que deram um passaporte russo a Ari?”, questionou.

O experiente atacante ainda se manifestou contra a convocação do lateral direito Mário Fernandes, com passagens pelo Grêmio, e titular absoluto do CSKA e também da Rússia, sendo um dos gratos destaques na Copa de 2018.

“Nesta posição (lateral direita) nós temos Igor Smolnikov (do Zenit). Poderíamos muito bem seguir sem estrangeiros (na seleção)”, opinou.

As críticas do jogador não foram bem recebidas na Rússia. Responsável pelo Departamento de Luta Contra a Discriminação da UFR (União de Futebol da Rússia), Alexandr Baranov, repudiou o discurso de Pogrebnyak.

“As declarações são muito questionáveis e claramente não estão em concordância com os princípios da campanha mundial contra o racismo. Não se pode definir o lugar de um futebolista em uma seleção baseando-se na cor da pele”, salientou.

ARI – CARREIRA

Contratado pelo Spartak Moscou após se destacar no Fortaleza, o brasileiro está no país europeu desde 2010. Na temporada 2013/2014, o atacante se transferiu para o Krasnodar, onde construiu um belo legado, sendo um dos ídolos da torcida.

Em julho de 2018, Ari recebeu a cidadania russa, contudo ficou impossibilitado de disputar a Copa do Mundo por conta da convocação já ter sido realizada. Passado Mundial, o brasileiro foi convocado pelo técnico Stanislav Cherchesov para a equipe nacional nos amistosos contra Alemanha e Suécia, em novembro de 2018.

Lesionado, ele não acabou ficando de fora da convocação para os duelos válidos pelas eliminatórias da Euro2020.

Além de Mário Fernandes, a lista de convocados da Rússia para estes duelos possui outros jogadores naturalizados: como o goleiro brasileiro Guilherme e os alemães Rausch e Neustadter.

LEIA MAIS:
JUSTIÇA FRANCESA PROÍBE CASAL DE BATIZAR FILHO DE “GRIEZMANN MBAPPÉ”
CRISTIANO RONALDO SERÁ JULGADO PELA UEFA POR GESTO OBSCENO E PODE PERDER JOGO DA CHAMPIONS
COM NOVO HAT-TRICK, MESSI DISPARA NA CORRIDA PELA CHUTEIRA DE OURO; VEJA O RANKING