Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Federer vence Isner e é campeão do Miami Open

Na tarde deste domingo (31), o suíço Roger Federer venceu o americano John Isner e é o novo campeão do Miami Open (Masters 1000 de Miami). Com 1h03 de duração, o duelo foi finalizado em 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4. Este foi o 101º título de Federer na carreira, sendo o quarto em Miami. O vencedor da última edição, disputada em 2018, foi justamente John Isner, seu rival neste domingo. Os maiores campeões do torneio são o sérvio Novak Djokovic e o americano Andre Agassi, ambos com seis taças. Com a conquista, Federer subirá à posição quatro do ranking.

Felipe Gomes da Costa
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Facebook Miami Open

Grande temporada e mais um título para Federer

No Masters 1000 de Miami, Roger Federer manteve o alto nível apresentado em 2019. Durante a trajetória, o suíço passou por Radu Albot (46º), Filip Krajinovic (103º), Daniil Medvedev (15º), Kevin Anderson (7º), Denis Shapovalov (23º) e John Isner (9º). Este é o quarto título de Federer no torneio. O último havia sido em 2017. Além disso, esta é a 28ª taça em torneios Masters 1000 para o suíço. 

Aos 37 anos, o atual cinco do mundo vem fazendo grande temporada. No início de março, ao conquistar o ATP 500 de Dubai, o suíço chegou ao 100º título na carreira. Também em março, ele chegou à final do Masters 1000 de Indian Wells, onde perdeu perdeu para o austríaco Dominic Thiem (4º) .

O jogo

Conseguindo manter a consistência apresentada durante a competição, Federer iniciou a decisão de forma dominante. Logo no primeiro game, o suíço conseguiu a quebra de serviço. Após a vantagem adquirida, o confronto chegou a uma parcial de 3/1. Apresentando grande solidez nas devoluções, Federer conseguiu mais duas quebras no decorrer do set, e fechou em 6/1, em apenas 24 minutos. O tenista número 5 do ranking conseguiu devolver 89% dos saques de Isner na primeira parte. Além disso, não perdeu ponto quando colocou o primeiro saque em quadra. 

O segundo set foi mais equilibrado. O americano conseguiu melhorar seu aproveitamento no saque, que é seu principal atributo. Federer, porém, também manteve ótimo aproveitamento. O momento de equilíbrio chegou ao fim na parte final da segunda metade: John Isner passou a sentir fortes dores em sua perna esquerda. Sacando com 5/4 para o suíço, o americano estava visivelmente sem condições físicas, mas se manteve em quadra em respeito ao público. Em meio à incômoda situação, Federer conseguiu a quebra, e chegou ao título do Masters 1000 de Miami.

Histórico do confronto 

O histórico do duelo entre Federer e Isner registrou neste domingo o oitavo jogo. O suíço chegou ao sexto triunfo. O americano tem dois.  

Os dois voltaram a se enfrentar após quatro anos. Na última oportunidade, o suíço venceu o americano no Masters 1000 de Paris em 2015. Federer venceu por 2 sets a 1, em parciais de 7/6 (3), 3/6 e 7/6 (5). 

Próximos compromissos do suíço

Após ser campeão mais uma vez na carreira, Roger Federer iniciará sua preparação para a temporada no saibro, onde não atua desde 2016. O suíço disputará o Masters 1000 de Madrid e o Grand Slam de Roland Garros.

 

Leia mais: TJD-RJ investigará suspeitas de manipulação de resultados no Campeonato Carioca

Andreoli se emociona ao ser avaliado por Roger Federer como tenista