Fifa confirma Brasil como sede do Mundial Sub-17 e estádios do Brasileirão ficam de fora, diz site

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, confirmou nesta sexta-feira (15) na reunião do Conselho Geral da entidade em Miami (EUA), que o mundial Sub-17 masculino será disputado no Brasil. A decisão veio após a Fifa confirmar que o Peru, que sediaria a competição, não teria condições de organizar o torneio. A informação inicial foi do “GloboEsporte.com” e confirmada logo após pela Fifa.

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Twitter/Fifa

Com a confirmação do Brasil como sede, agora deve começar o processo de definição e escolha das sedes. Uma coisa é certa: nenhum estádio das equipes que disputam o Campeonato Brasileiro deve ser utilizado no Mundial Sub-17. A ideia da Fifa e da CBF é de centralizar as disputas em estádios menores. E evitar grandes deslocamentos para as seleções, concentrando em regiões menores.

A data inicialmente prevista para a realização da competição seria entre 5 e 27 de outubro, no Peru. Com a mudança de sede, o torneio deverá ser adiado em três semanas. Começando no final de outubro e se alongando até novembro, num total de 23 dias.

A viabilidade do Brasil como sede da competição foi confirmada após um contato da secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, junto a CBF. A resposta foi positiva e referendada pela Conmebol. A confederação sul-americana garantiu que o Brasil seria o único país do continente preparado para abrigar a competição. Muito pela estrutura de organização já montada para a Copa América. O comitê organizador do mundial inclusive deverá ser o mesmo.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

As reuniões entre a Fifa e o comitê organizador já começaram. Desde fevereiro, foram quatro encontros por vídeo conferência entre representantes das duas entidades, para tratar de temas relativos a montagem da competição.

LEIA MAIS: Fifa fica próxima de Copa de 2022 com 48 seleções após reunião