Opinião: Lucas Santos é seleção; garoto do Vasco vai treinar com elenco principal

Enfim, o bom senso fez o técnico Tite olhar para os lados de São Januário, e ver que tem muito talento, principalmente da base, vestindo as cores branco e preto. Chamou Lucas Santos para um curto período de treinamentos.

Luca Soares
Jornalista. Jornalismo no sangue, poesia na veia e Vascão no coração

Crédito: Reprodução/Instagram Lucas Santos é seleção

Tudo bem que não é uma ‘convocação oficial’, e a joia vascaína só fará parte dos treinamentos, mas já é alguma coisa. Isto é, ‘alguma coisa’ fez o técnico da seleção brasileira olhar para o Vasco da Gama. Lucas Santos é seleção, mesmo que, por enquanto, não possa entrar em campo vestindo a amarelinha.

Lucas Santos é seleção, e isso é o que importa. O futuro craque cruzmaltino, melhor jogador da Copa São Paulo de Futebol Júnior, de 2019, vai, aos poucos, ganhando a titularidade no elenco profissional do Gigante da Colina.

E, muito em breve, se nada der errado, estará nas convocações de Tite (ou seja lá quem for o treinador) como parte da equipe profissional. Lucas Santos é seleção hoje, e será seleção amanhã. Moleque, de 19 anos, joga muito.

O meia atacante do Vasco se apresenta no próximo dia 16, já na Europa, para ir se ambientando com o clima e a pressão de defender a seleção. Importante saber que o jogador da base vascaína, quando ainda se chamava Robinho, já foi chamado (junto com o Marrony) para treinar com o elenco principal, só que em terras brasileiras, na Granja Comary.

Vale lembrar que Lucas Santos foi chamado mesmo não jogando na Europa, um dos critérios que Tite usa para justificar suas convocações. Além disso, atua em um clube que não ganha nada, fazendo péssimas campanhas, há, pelo menos, uns dois anos. Isso sem contar o fato de ser banco no Cruzmaltino, por pura opção de Alberto Valentim.

Essa ‘meia convocação’ de Lucas Santos é importante também para mostrar, ao comandante do time alvinegro, que ele não pode jamais ser banco de Ribamar, Yan Sasse e outros tantos, no Vasco.