Opinião: o que esperar das semifinais do Paulistão 2019?

Sem surpresas, o Paulistão, pelo segundo ano consecutivo, ficará entre os 4 times grandes do estado: Palmeiras, Santos, Corinthians e São Paulo.

Rafael Rossi Cosentino
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / FPF

Depois de muita polêmica envolvendo o VAR na partida de ida, o Palmeiras levou um susto contra o Novorizontino, em Novo Horizonte, mas conseguiu arrancar um empate por 1 a 1. Mas na partida de volta, na última terça (26), o alviverde fez sua melhor partida do ano até aqui e venceu por impiedosos 5 a 0, classificando assim para as semifinais do Paulistão.

Já o Santos, que venceu o Red Bull Brasil por 2 a 0 no primeiro jogo no estádio do Pacaembu, em São Paulo, segurou o empate por 0 a 0 na partida de volta e voltou a ter um bom desempenho no Paulistão, marca da equipe praiana na competição, mesmo que tenha sido superada em 3 oportunidades.

O São Paulo, que era o único dos times grandes que não era considerado totalmente favorito, fez seu melhor jogo do ano contra o Ituano no último domingo (24), vencendo por 2 a 1, com direito a show do garoto da base Igor Gomes, já que marcou 2 gols. Ontem mais uma vez o tricolor paulista foi eficiente e venceu por 1 a 0 em Itu com gol de outro jogador que veio das categorias de base do clube, o volante Liziero foi quem marcou o gol da classificação e da vitória da equipe do Morumbi. Vale lembrar que o técnico Cuca assumirá o time no próximo dia 2 e para coroar a vaga nas semifinais, o clube confirmou a volta do atacante Alexandre Pato, que já passou pelo clube entre 2014 e 2015.

Na outra partida das quartas de final, entre Corinthians e Ferroviária, 2 empates por 1 a 1, tanto em Araraquara quanto em São Paulo. Mas graças ao maior goleiro da história do Corinthians, Cássio, o timão levou a melhor nos pênaltis, vencendo por 4 a 3. Conseguindo se classificar para as semifinais e lutando pelo tricampeonato seguido, algo que não ocorre desde a década de 1930 para a equipe alvinegra.

Os jogos das semifinais do Paulistão serão os clássicos Choque-Rei (Palmeiras x São Paulo) e Clássico Alvinegro (Corinthians x Santos).

No próximo sábado (30), a primeira partida será entre São Paulo x Palmeiras, no estádio do Morumbi, às 18:00 e o jogo de volta será no outro domingo (7) na casa do Palmeiras, no Allianz Parque às 16:00. O favoritismo é alviverde para avançar a final, devido ao retrospecto recente entre as duas equipes e pelo time do Palmeiras estar mais pronto do que a equipe são-paulina.

Porém, o São Paulo melhorou bastante nos últimos jogos, e pode surpreender, principalmente pelo bom desempenho dos garotos que vieram das categorias de base. Vale lembrar que os dois times não conquistam o estadual há mais de uma década, o São Paulo desde 2005 e o Palmeiras desde 2008.

O outro jogo entre Corinthians e Santos, os times que conquistaram quase todos os estaduais dos últimos 10 anos, ocorrerá no próximo domingo (31) na Arena Corinthians às 16:00 e a partida de volta será no próximo dia 8, uma segunda-feira, ás 20:00 no estádio do Pacaembu.

Esse confronto é bastante equilibrado, principalmente pelo desempenho recente dos dois, tanto na parte tática quanto na parte técnica, pois o técnico do Corinthians Fábio Carille e o técnico do Santos, o argentino Jorge Sampaoli são muito estudiosos e atualizados. A equipe do Parque São Jorge trabalha bastante a parte defensiva e consegue ser eficiente na maioria dos jogos. Já o Santos é uma equipe que costuma atacar bastante e pressiona muito a saída de bola do adversário.

Na última década, o Santos foi campeão em 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016, além de ter sido vice-campeão em 2009, 2013 e 2014. O Corinthians foi campeão em 2009, 2013, 2017 e 2018, e foi vice-campeão em 2011. Em 2014 o campeão foi o Ituano. A equipe do Santos leva uma pequena vantagem por decidir em casa, mas o desempenho do Corinthians treinado por Fábio Carille nos clássicos pode fazer a diferença para o Timão.