Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ricardo Goulart revela ansiedade por reestreia na Libertadores e pede Palmeiras maduro

Após se destacar no triunfo sobre o Ituano na última rodada do Paulistão, marcando os seus dois primeiros gols com a camisa alviverde, o meia-atacante Ricardo Goulart não esconde a sua ansiedade para ajudar o Verdão na tão almejada Copa Libertadores. O início da caminhada palestrina será nesta quarta (6), diante do Junior, em Barranquilla, na Colômbia. 

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Cesar Greco - Ag. Palmeiras - Divulgação

O camisa 11 já tem experiência vivida dentro da principal competição continental. Na temporada 2014, o meia-atacante participou de nove jogos da competição defendendo o Cruzeiro. Foram quatro gols anotados e três assistências. Naquela oportunidade, a equipe mineira avançou até as quartas de final, e acabou caindo para o San Lorenzo. Curiosamente, os argentinos estão presentes na mesma chave do Palmeiras nesta edição da Libertadores.

– Voltar para essa competição tão badalada, que eu tive prazer de jogar e ter feito belas partidas, agora vestindo a camisa do Palmeiras, vai ser uma emoção muito grande. Quis estar no Brasil por novos desafios, e a Libertadores é um deles. Vou dar meu máximo para aproveitar essa sequência no Paulista. Espero começar com pé direito e embalar – afirmou o camisa 11 do Palmeiras

– É diferente. A atmosfera nem se fala, o extra-campo, a catimba… Tudo o que envolve e deixa o clima mais tenso. Vai ter de mudar a chave porque é totalmente diferente do Paulista, do Brasileiro e da Copa do Brasil. Que a gente possa amadurecer rápido porque é tiro curto. São seis jogos para classificar, a gente não pode perder pontos – completou.

Aprimorando cada vez mais a parte física após a recuperação da lesão, o jogador iniciou as primeiras partidas em que foi relacionado no banco de reservas – Ferroviária e Santos – e diante do Ituano recebeu a oportunidade de jogar os 90 minutos.

Ciente da importância da torcida na Libertaodres, Ricardo Goulart fez questão de pedir o apoio das arquibancadas para que o Palmeiras se fortaleça ainda mais diante dos adversários.

– Tenho acompanhado a trajetória do Palmeiras na Libertadores, a torcida tem cobrado por essa competição. O Palmeiras vai entrar muito forte. A torcida incentiva e vibra junto. Não vejo a hora de estar sentindo a atmosfera que a torcida cria para a equipe. Vou estar feliz se estiver em campo – disse Ricardo Goulart.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 
LEIA MAIS:
LIBERTADORES 2019: VEJA QUAIS SÃO OS JOGADORES MAIS VALIOSOS DA COMPETIÇÃO
PALMEIRAS FAZ TREINO FECHADO NA VÉSPERA DE VIAGEM PARA COLÔMBIA E TEM NOVIDADE EM CAMPO
MERCADO DA BOLA: PALMEIRAS CONTRATA ATACANTE REVELAÇÃO DO GUARULHOS