Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pará afirma que o Flamengo tem um “elenco forte” e fala sobre chegada de Rafinha: “Todo jogador bom é bem-vindo”

Nesta terça-feira (05), o Flamengo jogará a sua primeira partida na edição deste ano da Libertadores, contra o San José, na Bolívia. Um dos dois únicos jogadores do elenco já vencedores da competição, Pará falou sobre a importância de um elenco forte para a temporada.

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo estreia nesta terça-feira (05) pela Libertadores de 2019. Contra o San José-BOL, o time carioca terá em seu elenco apenas dois jogadores já vencedores da competição: Berrío e Pará. O lateral-direito valorizou o elenco para a disputa de grandes torneios.

“Para ser campeão de uma competição tão difícil como a Libertadores é preciso ter o elenco forte. E nós temos. Todos precisam estar focados no mesmo objetivo, que é vencer. Primeiro, vamos buscar a vaga nas oitavas e depois ir passo a passo até o título. Isso que faz um time vencedor e estamos no caminho certo”, afirmou Pará em entrevista ao Globoesporte.com.

Muito criticado pela torcida, o defensor falou sobre a pressão que sente no Flamengo antes de comentar a possível chegada do também lateral-direito Rafinha, que está no Bayern de Munique.

“É a maior torcida do Brasil, né. A pressão é normal. Estou acostumado. Treino bastante, me dedico para estar preparado nos jogos e as coisas aconteçam da melhor maneira possível. Nada me abala, o importante é que estou focado no objetivo, que é ser campeão da Libertadores e colocar meu nome na história”, disse.

“Todo jogador bom é bem-vindo. Se estou no Flamengo há tanto tempo, é porque tenho feito coisas boas. Se ele vier, vai nos ajudar, vai reforçar nosso elenco, que já é forte”, ressaltou o jogador.

Flamengo e San José-BOL se enfrentarão pela primeira rodada do grupo D da Copa Libertadores da América. Além das duas equipes, LDU, do Equador, e Peñarol, do Uruguai.

Leia mais:

Campeão em 2011, Pará afirma que vencer a Libertadores “pelo maior time do brasil” será emocionante

Flamengo tem retrospecto negativo em estreia na Libertadores contra equipes estrangeiras

 

As melhores notícias de esportes, direto para você