Torcedores – Notícias Esportivas

Ídolo do Barcelona diz que ex-zagueiro do Palmeiras precisava de tempo para triunfar no clube

É de conhecimento geral que a passagem de Yerri Mina pelo Barcelona não foi de sucesso algum. O colombiano deixou o Palmeiras rumo ao clube espanhol como um dos melhores da posição na América do Sul, mas jamais vingou e logo foi cedido ao Everton para a disputa da Premier League.

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução/Everton

Ídolo do Barça e referência na posição, Carles Puyol falou sobre a passagem do colombiano pelo clube e sobre as dificuldades que teria para triunfar por lá.

“Não é fácil para ninguém triunfar no Barcelona. Chegar e se adaptar de cara assim não é simples. Era necessário que tivesse tempo e paciência, ainda mais porque a sua frente estavam Piqué e Umtiti, por exemplo”, disse o ex-atleta em evento de uma das patrocinadoras da UEFA Champions League.

“Desejo muita sorte a Mina, mas as coisas nem sempre são como imaginamos”, completou.

O ex-zagueiro do Palmeiras foi para o Everton em busca de minutos em campo, conseguiu, mas atravessou má fase. Após falhar na eliminação do clube na Copa da Inglaterra, ficou mais um mês longe da equipe e voltou a ser relacionado nas últimas semanas. Foi titular na vitória sobre o Chelsea e teve boa atuação.

Pelo Barcelona, Mina disputou apenas seis partidas e marcou um gol. Após a boa Copa do Mundo com a Colômbia, o defensor mostrou insatisfação por tantas partidas no banco de reservas e pediu para ser negociado.

Leia mais:
Casillas elogia Éder Militão e diz que contratação é “fabulosa” para o Real Madrid

Hernanes tem lesão confirmada, desfalca São Paulo por até um mês e torcida reage na web: “que fase!”

Nova força na Alemanha: RB Leipzig tem mais da metade do elenco convocado por seleções nacionais

Fagner é convocado por Tite e comemora: “feliz de voltar à Seleção representando o Corinthians”

Zagueiro do Santos admite salário atrasado, mas minimiza: “devem estar acertando”