Jogadores alemães do Manchester City são vítimas de racismo em amistoso

Alemanha x Sérvia foi um amistoso disputado na última quarta-feira (20). O jogo aconteceu na Volkswagen Arena, em Wolfsburg. O resultado, que fez com que a seleção tetracampeã mundial seguisse em crise, afinal, teve uma nota triste. Dois atletas, curiosamente do Manchester City, foram vítimas de racismo na partida. O clube, porém, nada tem a ver com a situação.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Leroy Sané, atacante, foi vítima de racismo por ser negro. Já o volante Ilkay Gundogan foi perseguido por ter origem turca. Dos sete milhões de estrangeiros vivendo atualmente na Alemanha, cerca de dois milhões e meio vieram da Turquia. Os filhos de tal nação, porém, são marginalizados e, muitas vezes, sofrem com o racismo. Já o número de negros em solo alemão é estimado em, aproximadamente, pouco mais de quatro milhões. Um dos torcedores que fez gestos e cantos racistas em Wolfsburg já foi identificado pela polícia, mas não foi revelado sua identidade.

No Twitter:

A DFB (Federação Alemã de Futebol) se pronunciou, então, assim que a denúncia surgiu. Em texto linkado em redes sociais, afirma que “certamente se opõe a qualquer forma de racismo, discriminação e violência”:

Posteriormente, uma das vítimas dos cantos que envolvem racismo fez questão de tranquilizar seus fãs por meio de suas redes sociais. “Obrigado pelas mensagens, entretanto, eu estou salvo, afinal”, comentou Sané:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Episódios racistas, infelizmente, andam acontecendo com frequência no esporte. Vide, sobretudo, o atleta que teve que cortar seus dreadlocks para competir em um torneio de artes marciais, a charge ironizando Serena Williams, o caso de Kalidou Koulibaly e a jogadora brasileira do Barcelona.

LEIA MAIS
Com passagens por São Paulo e Corinthians, atacante há 10 anos na Alemanha anuncia: “Hora de voltar está próxima”
Polêmica: Alemanha libera imagens do nazismo em games
Atacante brasileiro relembra “bronca” de comentarista ídolo do São Paulo em time campeão na Alemanha