Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Resgatando Histórias: O Grenal 353. A estreia de Muricy Ramalho no clássico gaúcho

Neste domingo, acontece na Arena mais um clássico Grenal 418, válido pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho. O Torcedores.com resgata um clássico que marcou a estreia do ex-técnico, hoje Comentarista da Sportv, Muricy Ramalho no comando colorado contra o rival, no estádio Olímpico, no campeonato estadual de 2003.

Elias Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto:site Internacional

A temporada de 2003 para o Internacional foi de reconstrução, após o susto no campeonato brasileiro de 2002, quando escapou do rebaixamento na última rodada, vencendo o Paysandú em Belém do Pará. O clube iniciou a temporada buscando nas categorias de base a essência do seu futebol, por isso a direção colorada, comandada pelo presidente Fernando Carvalho, apostou em Muricy Ramalho, destaque pelos trabalhos realizados no Nautico, Figueirense e com as categorias de base do São Paulo.

Além da reformulação do elenco, o treinador tinha a missão de acabar com o jejum de 13 clássicos sem vencer o rival. O desafio aconteceu na segunda rodada do Gauchão, no dia 09 de fevereiro, no estádio Olímpico. O tricolor na época, treinado pelo técnico Tite, estava embalado pela boa campanha no brasileirão de 2002, quando foi semifinalista e pela disputa da Taça Libertadores da América.

Muricy revelou a importância do trabalho de preparação antes do clássico. “O desafio era preparar os jovens para enfrentar o Grêmio no Olímpico. Fazer eles acreditarem que era possível ganhar. Foi uma preparação muito mais mental na questão tática.” — explicou o ex-treinador.

O Jogo
Jogando em casa, o Grêmio foi para cima do Inter, tanto que no início da partida, o tricolor havia perdido duas oportunidades, com Tinga e o atacante Luis Mário. A pressão surtiu efeito, quando aos 35 minutos, no gol de Luis Mário.

Na segunda etapa, Muricy colocou Cleiton Xavier no lugar do volante Flávio, alterando o clima da partida. “Quando você vai para o vestiário perdendo clássico, você tem que modificar a forma de jogar. Coloquei o Cleiton Xavier, aí o nosso time voltou mais forte e conseguiu virar o jogo.” — recordou Muricy.

O Inter empatou o clássico aos 21 minutos, com gol do zagueiro Vinícius. O gol da virada colorada aconteceu aos 40 minutos quando Daniel Carvalho acertou o canto do goleiro Danrlei. Era o fim do jejum de 13 clássicos sem vitórias. Uma vitória fundamental para dar confiança durante a temporada. “O Grenal foi fundamental para sequência do meu trabalho. Ali ganhamos a confiança da torcida.” — destacou Muricy.

Muricy Ramalho foi campeão Gaúcho em 2003 e disputou sete Grenais, com 04 vitórias, 01 empate e 02 derrotas. O elenco colorado contava com as experiências de Clemer, Sangaletti e André Cruz e a juventude de Daniel Carvalho, Cleiton Xavier e Nilmar.

Ficha do Jogo – Grenal 353
Grêmio 1 X 2 Inter
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre(RS)
Arbitragem: Alexandre Luis Barreto(RS)
Público:21.643
Gols: Luis Mário (G), 35 do 1º tempo. Vinícius(I) aos 21 e Daniel Carvalho(I), 40 do segundo tempo.

Escalações:
Grêmio
Danrlei; Ânderson Lima, Claudiomiro, Ânderson Polga e Roger; Gavião (Élton), Douglas, Bruno (Amaral) e Tinga; Basílio (Caio) e Luís Mário.
Técnico: Tite.

Internacional
Clemer; Thiago Matos, Sangaletti, Luiz Alberto e André Cruz; Vinícius, Ismael, Flávio (Cleiton Xavier) e Claiton; Daniel Carvalho (Geninho) e Jefferson Feijão (Diego).
Técnico: Muricy Ramalho.