Roger Federer e John Isner: Confira o retrospecto entre os finalistas do Miami Open

Roger Federer e John Isner se enfrentarão na final do Miami Open, o segundo Masters 1000 do ano. O duelo não acontece desde 2015, quando Isner foi superior a Federer. Mas na disputa entre os dois tenistas, o suíço está na frente.

Paula Rühling
Jornalista formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, apaixonada por esportes. Ex atleta de natação e típica jogadora de tênis de final de semana. Objetivo de vida: nunca deixar de contar boas histórias.

Crédito: Divulgação / ATP Tour

Às 14h (de Brasília) Roger Federer e John Isner entrarão no Hard Rock Stadium para decidir o título do Miami Open. O americano defende o título, conquistado em 2018, enquanto o suíço busca seu quarto troféu do Masters 1000 de Miami. O duelo é entre veteranos, que venceram dois novatos canadenses na semifinal. Federer superou Denis Shapovalov, enquanto Isner venceu Felix Auger-Aliassime.

Roger Federer e John Isner já estiveram frente a frente pelo circuito profissional em sete oportunidades. Roger venceu cinco destas partidas, sendo quatro em quadras duras, assim como é competição atual. Foram elas: US Open em 2007 e 2015, Masters 1000 de Xangai em 2010, Masters 1000 de Indian Wells em 2012, além da Olimpíadas de Londres em 2012, disputada no gramado de Wimbledon.

O americano de 33 anos venceu Federer em 2012, na disputa da Copa Davis em quadra de saibro. Além disso, foi o vencedor do último duelo entre eles, em 2015, no Masters 1000 de Paris. Desde essa partida, Isner já conquistou a oitava posição do ranking da ATP em 2018, alcançou sua primeira semifinal do Grand Slam e conquistou seu primeiro título ATP Masters 1000, justamente em Miami. E depois de chegar à final sem perder nenhum set, será páreo duro para o suíço.

Conhecido como um dos melhores sacadores de todos os tempos, a maioria dos games envolvendo John Isner, um gigante de 2,08 metros, vão ao tie-break. Contra Federer, isso não foi diferente. A única exceção foi uma disputa  no Masters 1000 de Xangai, na qual o tenista de 37 anos conseguiu quebrar o serviço do americano precocemente.

Sendo assim, para o confronto deste domingo no Miami Open, o que se pode esperar são ótimos saques de Isner contra grandes devoluções de Federer. Apesar da vantagem suíça, a decisão está em aberto.

Leia mais

Andy Murray já não sente mais dores e espera voltar às quadras em breve

Andreoli se emociona ao ser avaliado por Roger Federer como tenista