Sampaoli diz que Cueva perdeu voo, por isso faltou treino; Técnico disse que confia no atleta

Cueva foi um dos principais assuntos do Santos na quinta-feira (7) ao ficar de fora da relação de Jorge Sampaoli para o confronto com o América-RN, pela Copa do Brasil. A justificativa oficial do clube foi a de que o peruano foi cortado pelo limite de estrangeiros, mas extraoficialmente já era de conhecimento geral que o jogador faltou ao treino e irritou o treinador.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ivan Storti/Santos

O técnico falou sobre a situação do atleta, confirmou a falta no treino, mas preferiu não levantar polêmicas.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Quando nós demos o ok para que o Cueva viesse para o Santos, valorizamos sua capacidade como jogador de futebol na seleção. Eu o enfrentei. Pessoalmente, não o conheço muito bem. É um jogador valioso para nós, por isso está aqui. Não posso julgar por eventos anteriores que eu não conheço. O Cueva disse que teve um problema familiar e que não conseguiria pegar o voo”, disse o argentino.

O treinador colocou panos quentes e preferiu valorizar Cueva. Segundo ele, o peruano ainda pode ser importante para a equipe no ano.

“Não há necessidade de muito conflito. O mais importante é o clube, o respeito pelo clube é o que mais importa. Quem não respeitar, seguramente terá inconvenientes. Ele queria estar relacionado, mas optamos por ele não estar. Pensamos que para o futuro o Cueva vai ser muito importante. Eu acredito nele, acredito que ele vale muito para o nosso grupo.”

Com ou sem Cueva, o Santos volta a campo no domingo (10), quando enfrenta o Corinthians pelo Campeonato Paulista.

Leia mais:
Rodrygo diz que time tem jogado com a cara do Santos: “não é só do Sampaoli”

Técnico da Argentina diz que decisão foi sua em não contar com Messi após a Copa

Hyoran celebra primeiro jogo pelo Palmeiras em 2019 após ser esquecido no Paulistão: “não me abati”