Santos x Red Bull Brasil: veja as principais informações da partida

Santos e Red Bull Brasil se enfrentam neste sábado (23), às 19h30, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O duelo acontece no Estádio do Pacaembu.

Daniel Gois
Estudante de jornalismo da Universidade Católica de Santos. No Torcedores desde janeiro de 2017, escreve sobre futebol, basquete, formula 1 e eventualmente games.

Crédito: Ivan Storti/Santos FC

Comandado por Jorge Sampaoli, o Santos foi a primeira equipe a se classificar antecipadamente. A queda de rendimento na reta final fez com que o Peixe terminasse em segundo no Grupo A, com 23 pontos, quatro a menos que o Red Bull Brasil. O time de Campinas tem a melhor campanha do torneio até aqui.

A data FIFA tirou do Peixe jogadores importantes. Cueva, Derlis González e Soteldo estão servindo as seleções do Peru, Paraguai e Venezuela, respectivamente. O zagueiro Lucas Veríssimo, expulso contra o Botafogo-SP, também é desfalque.

Sampaoli deve escalar o Santos assim: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar, Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Jean Lucas, Carlos Sánchez, Jean Mota; Rodrygo

Pelo lado do Red Bull, o técnico Antônio Carlos Zago deve mandar à campo a seguinte equipe: Júlio César, Aderlan, Léo Ortiz, Ligger; Rafael Carioca; Jobson, Uillian Correia, Pio; Osman, Ytalo e Roberson

Apesar dos atrasos salariais, Victor Ferraz garantiu que o Peixe vem com tudo para os dois jogos. “Temos que nos blindar para amanhã e terça, sei que a torcida estará em Campinas também. Blindar é uma palavra correta, e Sampaoli é especialista nisso. O que dá para se falar é que amanhã vocês verão a melhor versão do Pexe”, afirmou em entrevista coletiva.

Já o técnico do Red Bull destacou o bom futebol apresentado pela equipe de Sampaoli e pediu concentração. “É um time que é a sensação do Paulista. Temos de enfrentar do jeito que enfrentamos os outros grandes (empates com Palmeiras e São Paulo e vitória sobre o Corinthians), com uma concentração ainda maior por ser quartas de final. São jogos eliminatórios, não podemos errar. “