“Tem que pagar o salário na mesma data para todos”, afirma Sampaoli após a goleada sofrida

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Ivan Storti/Santos F.C.

Crédito: Ivan Storti/Santos F.C.

O Santos foi goleado pelo Botafogo-SP, fora de casa, na última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. O time de Jorge Sampaoli perdeu de 4 a 0 do time de Ribeirão Preto. O Peixe terminou a fase de classificação do Estadual em terceiro lugar.

O técnico confirmou que devolveu o seu salário ao Santos. A comissão recebeu o salário, mas o elenco não, então o técnico decidiu devolver o dinheiro ao clube. Os salários de fevereiro não foram pagos e há atraso de dois meses no direito de imagem.

“Cheguei com o conhecimento do elenco, da necessidade que tinha, da necessidade da equipe. É uma realidade que o clube tinha que resolver. Santos é um clube de grande história, e o clube tem que estar à altura, os dirigentes também”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva após a goleada de 4 a 0 para o Botafogo-SP.

“Sobre os salários, a comissão recebeu e qualquer um teria feito o mesmo. Tem que pagar o salário na mesma data para todos”, afirmou.

Além dos salários atrasados, o que preocupa Sampaoli são as goleadas sofridas pelo time. “Preocupa porque, além de tudo, a forma. Mais do que a alternância de hoje, queríamos jogar a bola com variantes para tudo que vem pela frente e não tivemos o jogo que pensávamos. Agora é pensar na partida de daqui a três dias e nos prepararmos bem. Eles jogaram tudo, jogaram pela permanência e a verdade é que foram superiores”, admitiu o treinador.

O Santos ficou em segundo lugar no grupo A e em terceiro na classificação geral. Nas quartas de final, enfrenta o RedBull Brasil. Nesta quinta-feira, a Federação Paulista vai definir as datas, mandos e horários.

VEJA MAIS:

Tricolor avança igualando a pior campanha de um classificado desde 2014