Thaisinha diz que está se preparando para a Copa do Mundo todos os dias: “Quero muito ir”

Nascida em São Paulo, a atacante Thaisinha tem 26 anos e atualmente veste a camisa do Incheon Hyundai Steel Red Angels (KOR). Com passagens pela seleção brasileira, a jogadora já defendeu times como a Juventus (SP) e Santos antes de desembarcar na Coréia do Sul.

Arthur Fernandes
Apaixonado por esportes, Arthur Fernandes nasceu na cidade do Rio de Janeiro e tem 4 anos de experiência em jornalismo esportivo. Em suas horas vagas, Arthur costuma aprender novos idiomas para melhorar a sua comunicação. Além disso, o mesmo é torcedor fanático do Orlando City (futebol) e do SESC RJ (vôlei).

Crédito: (Divulgação / KWFF)

A atleta começou a sua trajetória no time nacional nas categorias de base, em 2010, quando disputou o Sul-Americano Sub-17. Portanto, desde então, já disputou os Jogos Pan-Americanos, Olímpiadas, Copas do Mundo e entre outros torneios. Agora, Thaisinha vive a expectativa de ser convocada para a Copa do Mundo de 2019, que será disputada entre junho e julho na França.

“É um sonho de todo atleta de alto rendimento jogar essas competições; independente do esporte. O atleta se prepara para justamente isso. Eu venho me preparando todo dia desde a última que, infelizmente, não fui por lesões e opção do técnico. Participei da minha primeira Copa do Mundo em 2011 com 17 anos. Fui pra pegar experiência. Mas, esse ano quero ir pra levantar o caneco. Acho que muitas atletas merecem, não só eu. Tudo que fazemos pelo esporte é por amor. Mas, eu quero muito ir por muitas coisas que me aconteceu no passado. Deus sabe. Também por ser um sonho não só meu, mas da minha vózinha. Sim, me considero (uma peça importante para a seleção). Porque toda vez que vesti a camiseta da seleção dei o meu melhor. Nem sempre aconteceu como planejado, nem sempre estava nos meus melhores dias individualmente, mas eu nunca deixei de correr por mim e por ninguém dentro de campo”, disse Thaisinha ao “Torcedores”.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

O Brasil estreia no dia 09 de junho contra a Jamaica às 11h30 (horário de Brasília) na cidade de Grenoble. A seleção brasileira está no Grupo C da competição junto da Austrália, Itália e Jamaica.

“Não existe mais seleções e nem times fracos. O futebol está evoluindo, as meninas estão evoluindo, as seleções estão evoluindo com pesquisas e estudos. O Brasil vai enfrentar grandes países. Todos os jogos vão ser difíceis. Mas, as nossas adversárias vão aprender a temer o Brasil também”, declarou a atacante.

Diversas empresas estão se mobilizando para aumentar a audiência e o interesse pelo futebol feminino, em especial, pela Copa do Mundo. Por exemplo, a “Visa” sorteará um pacote de viagem para os consumidores assistirem o evento na França, o “Grupo Boticário” fará horários especiais durante o torneio para acompanhar os jogos do Brasil, a “TV Globo” transmitirá a competição pela primeira vez e muito mais.

“Acho isso legal. Nos motiva cada vez mais saber que o futebol feminino está sendo mais visto no Brasil. As pessoas estão mais interessadas em conhecer e assistir. Espero que isso não seja só em época de competição importante, que seja sempre assim”, criticou Thaisinha em entrevista exclusiva ao “Torcedores”.

LEIA MAIS – Jogadora da seleção brasileira fala sobre preconceito com o futebol feminino