Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Treinador de Portugal critica falta de VAR no jogo e revela pedido de desculpas do árbitro

Nesta segunda-feira (25), no empate de Portugal por 1 a 1 contra a Sérvia, em partida válida pelas eliminatórias da Eurocopa de 2020, o árbitro o polonês Szymon Marciniak pediu desculpas ao treinador luso Fernando Santos por não ter marcado um pênalti claro, aos 30 minutos do segundo tempo. Em entrevista coletiva, o português tirou a culpa do juiz e criticou o bandeirinha por ter anulado o lance.

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Twitter Portugal

“O árbitro me convidou para ir à cabine analisar os lances. Não tivemos dúvidas; foi pênalti. Ele me pediu desculpas, mas agora não serve de nada. O culpado não foi ele… Ninguém a 40 metros pode dar uma indicação que não é penalidade máxima. Eu disse ao árbitro que a culpa era daquele outro senhor”, disse Fernando Santos, treinador de Portugal.

Na jogada, a bola foi de encontro ao braço de Rukavina dentro da área, e imediatamente o árbitro marcou pênalti, porém o auxiliar indicou um impedimento inexistente no lance, anulando a situação de penalidade máxima e fazendo com que o jogo fosse reiniciado com uma cobrança de impedimento.

“Foi muito claro, o árbitro deveria ter dado. O auxiliar estava a 40 metros, então, parece um pouco estranho”

Por último, Fernando Santos pediu o VAR nas partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo: