Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

VAR na Copa do Mundo Feminina é recomendado pelo Comitê Organizador da Fifa

O Comitê Organizador da Fifa recomendou a utilização do VAR na Copa do Mundo Feminina, que acontece este ano, na França.

Verônica Jensen
Mãe, maratonista, colaboradora do Torcedores, amante de esportes, organizadora de eventos esportivos e turismóloga. E o meu dia tem 24h!

Crédito: Joosep Martinson - FIFA/FIFA

Durante encontro em Zurique, o presidente do Comitê de Arbitragem da entidade, o italiano Pierluigi Collina, recomendou sobre a implementação do VAR na Copa do Mundo Feminina.

O ex-árbitro oferece um programa educacional para a utilização do VAR. Collina recomenda seu uso na próxima Copa do Mundo, que acontece de 07 de junho à 07 de julho, na França.

A decisão final de sua utilização, será no dia 15 de março, quando o Conselho da Fifa voltará a se reunir, em Miami.

Para o vice-secretário-geral da Fifa, Zvonimir Boban, a implementação do VAR está em processo avançado e acredita na aceitação. Ainda ressaltou o trabalho realizado pela Comissão de Arbitragem:

“Com base no trabalho completo realizado nos últimos meses, a Fifa está feliz com as medidas tomadas. O excelente trabalho realizado pela equipe de arbitragem da entidade e pelas árbitras envolvidas.”

E está confiante com a aceitação do sistema na Copa do Mundo.

“Estamos confiantes em propor o uso do VAR, na França, para o Conselho da Fifa. Estamos muito otimistas sobre a implementação.”

 COPA DO MUNDO FEMININA 2023
O Comitê Organizador definiu as regras para a escolha do país-sede para a Copa do Mundo Feminina 2023. Serão as mesmas que definiram a escolha da Copa do Mundo 2026, no Canadá, México e Estados Unidos.
Porém, o Conselho da Fifa é quem indicará o país sede da Copa do Mundo 2023; não os participantes do congresso anual da Fifa.
LEIA MAIS: