Após título em Miami, Federer reafirma que não pensa em aposentadoria

Neste domingo (31), o suíço Roger Federer conquistou mais um título para a sua já extensa galeria. Com uma campanha praticamente impecável, ele derrotou o norte-americano John Isner e se sagrou tetracampeão do Masters 1000 de Miami. Assim, aos 37 anos, Federer chegou ao 101º título da carreira. Mas, se engana quem pensa que o tenista já planeja a aposentadoria.

Janaina Faustino
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram @rogerfederer

Ele garante que não pensa em parar de jogar tão cedo, mas também não busca a quebra de recordes como, por exemplo, ultrapassar os 109 títulos do norte-americano Jimmy Connors. Segundo o tenista, sua prioridade hoje é a família.

“Em termos de metas, é sobre conquistar o máximo de títulos e tentar administrar sua vida pessoal e estar livre de lesões. Porque em alguns dias você não se sente bem, em algumas semanas… Mas, eu realmente me sinto muito saudável. É por isso que consegui jogar todos os dias nas últimas quatro semanas. Estou adorando esses momentos. Para mim, é tudo baseado na família, estar com tudo organizado, os meninos, as meninas, minha esposa. É minha prioridade número 1”, afirmou.

Quando questionado se não seria uma ótima oportunidade encerrar a carreira com o troféu conquistado em Miami, ele explicou que não pensa em parar. E complementou que não pretende se aposentar depois de ganhar um grande título só para terminar por cima.

“Claro que seria um cenário perfeito, mas eu não sei minha situação para o próximo ano. Não posso dizer isso. Eu espero voltar ano que vem, mas se não voltar, terá sido um bom final. Eu não tenho que anunciar nada e, claro, quando você ganha um grande título, você sempre pode pensar dessa forma. Mas, eu não tenho pensamentos sobre isso”, destacou o multicampeão, que venceu Isner por 2 sets a 0 (6/1; 6/4).

O troféu de Miami é o segundo de Federer na temporada – o primeiro foi em Dubai. Além disso, ele ganhou o título uma semana após conquistar o vice-campeonato de Indian Wells, quando foi derrotado por Dominic Thiem.

Leia mais:

Federer vence Isner e é campeão do Miami Open

Relembre o primeiro título da carreira de Roger Federer