Corinthians é condenado e terá que pagar 28 anos de aluguel à Prefeitura de SP

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou o Corinthians a pagar 28 anos de aluguel à Prefeitura de São Paulo. O clube fazia uso de um decreto assinado em 1991, pela então prefeita Luiza Erundina, que concedia parte do terreno do Parque São Jorge para uso gratuito da instituição, mas o juiz Josué Vilela Pimentel, da 8ª Vara de Fazenda Pública, cancelou o acordo.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Corinthians

Com a quebra do decreto, o Corinthians terá que restituir a Prefeitura de São Paulo pelos 28 anos de uso do local (de 1991 a 2019), mas o valor ainda não foi calculado.

O site UOL Esporte publicou parte do despacho de Pimentel, datado da última sexta-feira (29 de março), que condena o clube paulista ao pagamento do aluguel.

“Condena o Corinthians a indenizar a Prefeitura Municipal de São Paulo em valor correspondente aos aluguéis das áreas abrangidas pelo Decreto Municipal 30.003/91 desde 9 de agosto de 1991 até a data da desocupação.”

O decreto dava direito ao “uso, a título precário e gratuito, de áreas de propriedade do município, situadas nesta capital (…) para o fim específico de desenvolvimento de suas atividades esportivas.”

A ação foi movida pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP). O Corinthians deve entrar com recurso nos próximos dias.

Leia mais:
Ex-presidente do Flamengo diz que Ronaldo inventou lesão para ser substituído contra o Rubro-Negro