Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Crise política na Venezuela força adiamento de jogo na Copa Sul-Americana

A situação de alta tensão na Venezuela, por conta do agravamento da crise política, fez com que a Conmebol adiasse a partida entre Estudiantes de Mérida e Argentinos Juniors. O jogo, que seria válido pela Copa Sul-Americana, estava agendado para acontecer nesta quinta-feira (2).

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Divulgação/Conmebol

O jogo entre venezuelanos e argentinos vale pela partida de volta na Sul-Americana. No jogo de ida, realizado na semana passada, o Argentinos Juniors venceu por 2 a 0. Os gols foram marcados por Edison Rivas (contra) e Damián Batallini, no Estádio Diego Armando Maradona, em Buenos Aires.

Segundo a entidade, uma nova data para a realização do jogo será marcada posteriormente.

Na manhã desta terça-feira (30), diversos confrontos aconteceram pelo país entre apoiadores do presidente autoproclamado do país, Juan Guaidó, e o exército comandado pelo governo de Nicolas Maduro. Hoje, ao lado do líder oposicionista, Leopoldo López, Guaidó iniciou uma nova série de protestos contra o governo. Manifestantes espalhados pelas ruas de Caracas pedem a saída de Maduro e enfrentam tropas militares, que ainda são leais ao governo.

LEIA MAIS: 

Funcionário demitido após erro em caso Sánchez depõe contra Santos em ações de R$ 15 milhões

Thiago Silva pode ser submetido a uma artroscopia e corre risco de perder Copa América