Técnico que sofre de depressão é recebido com faixas de ódio em jogo na Alemanha

Borussia Monchengaldbach x RB Leipzig foi um dos jogos da 30º rodada da Bundesliga (Campeonato Alemão), decerto. A partida aconteceu no Borussia-Park, no último sábado (20), aliás. A vitória da equipe visitante por 2×1 foi ofuscada por um incidente que aconteceu nas arquibancadas do estádio, todavia. Faixas contra Ralf Rangnick, técnico da equipe do leste da Alemanha, foram estendidas pela torcida da equipe mandante, então. Tudo por conta da doença do treinador, enfim. Ele sofre de depressão.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

A maior faixa estendida em Borussia Monchengaldbach x RB Leipzig continha palavrões e uma ofensa direta a Ralf Rangnick. Em tradução livre do alemão, ela dizia: “Apesar do Burnout e do quanto seremos criticados, foda-se Rangnick”. Citada na faixa, a Síndrome de Burnout é um dos males correlatos à depressão.

E foi justamente a Síndrome de Burnout que fez com que Ralf Rangnick se tornasse mundialmente conhecido. Em 2012, quando dirigia o Schalke 04, o técnico pediu demissão ao alegar que a depressão o havia consumido. Ele passou a atuar como diretor de futebol do RB Leipzig tempos depois, assumindo a equipe em períodos nos quais a equipe precisava de técnicos momentaneamente.

Ralf Rangnick condenou de imediato as faixas. “As pessoas não se importariam se eu tivesse jogado ou treinado o Gladbach. Eu só me pergunto como essas faixas entram no estádio. Me desculpas, mas eu não entendo”, desabafou. Dieter Hecking, treinador dos Potros, também saiu em defesa do técnico do RB Leipzig. “Quando você vai para o pessoal ao falar da depressão, isso se torna indescritível para mim”. O clube mandante da partida também emitiu um documento pedindo desculpas formais ao profissional. O assessor de imprensa do time da casa também informou que prisões foram efetuadas no estádio.

LEIA MAIS
Craque alemão revela mais uma lesão, mas tranquiliza: “Estou bem, caso contrário não entraria em campo”
Novo técnico do lanterna do Alemão muda treino: a cada finalização errada, 20 flexões de braço, enfim
Após perder de 5×0, técnico alemão afirma que quer jogar: “Não me importo com quem virá ao meu lado”