Flamengo se reapresenta para jogo decisivo contra LDU “Será um jogo complicado”

Após conquistar o título do Campeonato Carioca sobre o Vasco, o Flamengo se reapresentou em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os jogadores embarcam para Quito, no Equador, na tarde desta segunda-feira (22). Partida decisiva contra a LDU será na quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília). A equipe carioca precisa somente de um empate para se classificar matematicamente para as oitavas da Copa Libertadores.

Enzo Siciliano
Colaborador do Torcedores

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

Na concentração, jogadores como Cuéllar e Arão concederam entrevista e comentaram sobre o jogo na altitde de 2850m de Quito.

“É muito bom acordar como campeão. A sensação é inexplicável. Não é fácil, ainda mais sobre um rival. Tínhamos a obrigação, respeitando os rivais. Agora, temos três competições, temos condição de conquistar os três torneios e vamos em busca. Temos que ter a cabeça no lugar. Comemoramos com a família, descansamos em casa, mas agora é hora da Libertadores, que é muito importante e queremos ganhar. Vai ser um jogo complicado. Já jogamos mais alto (altitude) contra o San Jose e sabemos da dificuldade. Temos que entrar concentrados.”, comentou o volante colombiano.

Arão também parou para falar com a imprensa. O camisa 5, autor do primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco, comentou sobre a LDU, dizendo que a equipe equatoriana irá atacar, e o Flamengo precisa aproveitar esses espaços deixados.

“Tem treinamento também, vamos fazer um lá amanhã. Tem papo, treino, vídeo, o mental é muito importante… Tudo é válido. Sem dúvida o título dá um gás, sim. A gente tem mais uma decisão, sabe da importância desse jogo e aquilo que nó temos que fazer. A gente já festejou, já curtiu, agora é virar a chave e se preparar. Na Libertadores às vezes a gente não vai conseguir dar show, jogar o futebol que nós queremos, tem é que sair vencedor. Se tiver que jogar atrás e contra-atacar, a gente vai fazer isso. Não é o que queremos, mas vamos jogar de acordo com que o jogo se apresentar. Vai ser um jogo difícil, duro, mas eles têm que nos atacar, vão ter que se expor também.”

Orlando Berrío e Piris da Motta ainda se recuperam de lesão e não viajam com o grupo. Tendência é que Abel Braga escale time reserva contra o Cruzeiro, no sábado, pela estreia do Campeonato Brasileiro.