Futebol

Hernanes afasta pressão por quebra de tabu contra o Corinthians e elogia atuações do São Paulo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Para ser campeão paulista no domingo (21), o São Paulo terá que quebrar um tabu que dura quase seis anos. O Tricolor jamais venceu o Corinthians em sua nova Arena, inaugurada em 2013, antes da Copa do Mundo da Rússia. Líder do elenco, o meia Hernanes fez questão de não levar isso em consideração e disse que ‘uma hora isso vai acabar.’

“Esse tabu um dia vai ser quebrado. Não sei se domingo, esperamos (que sim), mas a equipe está em um momento bom, jogando sem se preocupar demais, apenas futebol, está ficando bonito”, disse Hernanes.

“Cada jogo a equipe está amadurecendo, não temos que nos preocupar com tabu, passado, futuro. Temos que jogar, como estamos fazendo, tentando fazer os gols, apesar de não termos vencido os últimos três jogos. Estamos jogando nosso futebol.”

Em Itaquera, foram dez jogos entre Corinthians x São Paulo: sete vitórias dos donos da casa e três empates.

Contratado como referência técnica, o jogador voltou a ser um líder para o jovem elenco do São Paulo, que tem sido reformulado após a chegada de Cuca.

Como representante do grupo, Hernanes preferiu não se envolver em outra polêmica do clássico. Na partida de ida, o Corinthians disse que não entraria em campo se o ônibus fosse apedrejado no caminho ao Morumbi. O jogador do São Paulo preferiu não comentar a decisão do rival e colocou para a diretoria a decisão de se posicionar de maneira parecida ou não para a partida de volta.

“Eu estou preocupado somente e focado somente no jogo, dentro das quatro linhas. Fora das quatro linhas não diz respeito a nós jogadores. A diretoria se posicionará, se é que vai ter necessidade. Nós jogadores temos que nos concentrarmos somente dentro das quatro linhas.”

Corinthians x São Paulo se enfrentam no domingo (21), na Arena Corinthians, pela finalíssima do Campeonato Paulista.

Leia mais:
Rodrigo Caio diz que trocou São Paulo pelo Flamengo para ser campeão: ‘grupo tem sede de títulos’