Hernanes desabafa e lembra início ruim do São Paulo: ‘há um mês atrás, éramos a escória’

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (17), Hernanes desabafou sobre o ano do São Paulo. Tratado como ‘quarta força’ no início da temporada, o Tricolor deixou o Palmeiras pelo caminho, chegou à final do Paulistão e está em igualdade de condições para conquistar o título, que será decidido na Arena Corinthians, no domingo (21).

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Líder do elenco, o jogador lembrou o tratamento que era dado ao grupo do São Paulo e disse que essa é a prova de que as coisas podem mudar rapidamente.

“Há um mês atrás, eramos a escória do mundo. Um mês depois, podemos gravar o nome na história do São Paulo. É para mostrar como a vida e o futebol são dinâmicos, não podemos desistir nunca. É uma grande confirmação de que o que temos feito aqui está certo”, disse o meio-campista.

Sem titularidade garantida para a final, Hernanes melhorou o São Paulo assim que entrou na partida de ida, o empate por 0 a 0 no Morumbi. Mesmo com o bom jogo, o atleta preferiu não colocar pressão em Cuca para ser escalado desde o início do confronto.

“Por questão de destino”, brincou o jogador. “Eu infelizmente sou o Hernanes, não sou o Cuca.”

“Eu vou ter que me condicionar a me colocar à disposição para que o Cuca tenha a liberdade de escolher se começo domingo ou não. O que importa, isso que é legal, é que quem chegou até aqui, à final, esse jogo importante, não foi só uma pessoa, foi todo um grupo que está fortalecido. Quem for começar jogando está apto a ajudar e dar continuidade para que o São Paulo possa, quem sabe, conseguir a conquista.”

Corinthians x São Paulo decidem a final do Campeonato Paulista no domingo (21), na Arena Corinthians, às 21h.

Leia mais:
Rodrigo Caio diz que trocou São Paulo pelo Flamengo para ser campeão: ‘grupo tem sede de títulos’