Mano Menezes adota cautela ao analisar queda de rendimento de Rodriguinho

Rodriguinho chegou ao Cruzeiro como o principal reforço da temporada e nas primeiras partidas conseguiu um ótimo desempenho, ganhando bastante confiança da torcida e da comissão técnica. Porém, contra o Flamengo o jogador esteve apagado em campo e não produziu tudo o que se esperava, amargando o terceiro compromisso sem atuação destacável.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro/divulgação

Apesar disso, vale lembrar que, Rodriguinho é o vice artilheiro do Cruzeiro na temporada, com sete gols. Após o revés para o Flamengo, Mano Menezes foi questionado sobre o assunto e  preferiu não fazer análises individuais.

“A gente não fala de atleta individualmente. O Cruzeiro é uma equipe e ganha como equipe. Quem fala individualmente são vocês comentaristas que analisam o jogo. O técnico procura analisar o jogo como um todo. Eu acho que a gente, na medida em que não conseguimos transitar de defesa para o ataque com mais qualidade, sempre os jogadores de meio-campo que são os responsáveis por receber uma bola e construir jogadas vão sofrer um pouco mais. Está dentro do contexto”, afirmou Mano Menezes, que para a próxima partida, diante do Ceará, no Mineirão, terá novamente Thiago Neves à disposição.

Antes do embate contra o Flamengo, Rodriguinho também encontrou bastante dificuldade para criar jogadas nas duas partidas da final do Campeonato Mineiro: na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético, no Mineirão, e no empate por 1 a 1, no Independência.

LEIA MAIS:

PEDRO ROCHA ANALISA PARCERIA COM FRED APÓS PRIMEIRO GOL COM A CAMISA DO CRUZEIRO