Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jornal destaca seis reforços para a Juventus que foram ‘aprovados’ por Cristiano Ronaldo

O jornal Corriere dello Sport destacou em sua capa seis jogadores ‘aprovados’ por Cristiano Ronaldo para serem reforços da Juventus para a temporada 2019/2020.

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução

Segundo a publicação, os seis nomes também foram aprovados pelo técnico Massimliano Allegri, que não sabe se segue no cargo para a temporada que vem, mas concordou com a ida ao mercado.

Cristiano Ronaldo foi consultado por conhecer de perto três dos seis jogadores da lista disposta pelo jornal. O atacante português foi companheiro dos dois nomes mais badalados da lista: o zagueiro francês Raphael Varane e o meia espanhol Isco Alarcón, ex-colegas de Real Madrid.

A Juventus busca reforços para rejuvenescer a defesa, visto que Bonucci e Chiellini já passaram dos 30 anos e não devem atuar em todas as partidas, assim como Barzagli, que deve encerrar a carreira. Além de Varane, a Juventus deve tentar a contratação de um zagueiro que tem se destacado no Campeonato Italiano, o grego Manolas, da Roma. O atleta chegaria para suprir a lacuna no elenco desde a saída de Benatia.

Outro nome que foi aprovado por Cristiano Ronaldo e deve ser sondado pela Juventus é do atacante João Félix, atacante de 19 anos do Benfica. O jogador é o destaque da equipe portuguesa e tem comandado a reação dos Encarnados, que colaram no Porto na briga pelo título nacional.

Mais dois nomes que estão na lista são apostas que ainda não tiveram destaque em solo europeu, mas que podem vingar em um clube maior. Tanguy Ndombelé, do Lyon, e Federico Chiesa, que foi bem contra a Juventus no Campeonato Italiano e entrou no radar.

Leia mais:
Após gols contra Palmeiras e São Paulo, Avelar fica ‘no muro’ e não escolhe o mais especial: ‘fico com os dois’

Luís Roberto pede reflexão no futebol após morte de Valdiram: ‘situação muito triste’