Segunda divisão paulista (na verdade é quarta) começa com times tradicionais

Começa neste sábado (6), a segunda divisão do Campeonato Paulista de 2019. Formalmente conhecida como Paulista Sub 23 – Segunda Divisão, na realidade a competição equivale à quarta divisão do estado de São Paulo e dá duas vagas para a Série A3 de 2020.

Iberê Riveras
Colaborador do Torcedores

Foto: Divulgação

Dentre os 41 participantes, podemos encontrar ‘perdidos’ vários clubes tradicionais em meio a outros praticamente desconhecidos.

Lá estão ‘famosos’ como América de Rio Preto, XV de Jaú, Rio Branco de Americana, Marília, Paulista de Jundiaí e São José contrastando com os menos populares Brasilis (Águas de Lindoia), Manthiqueira (Guaratinguetá), Barcelona (capital) e Elosport (Capão Bonito).

Há 58 clubes que seguem filiados à FPF, mas se licenciaram e não disputarão competições oficias em 2019. Alguns ainda estão frescos na memória do torcedor, do mais jovem até o ‘veterano’: Araçatuba, Grêmio Barueri, Guaratinguetá, Jaboticabal, Guaçuano, Mogi Mirim, Palmeiras de São João da Boa Vista, Radium de Mococa, Atlético Sorocaba e União São João de Araras.

Fórmula de disputa

Divididos em seis grupos na primeira fase, os quatro melhores de cada um avançam para a segunda etapa, totalizando 24 equipes. A terceira fase, já com 16 clubes, mas ainda disputada em grupos, encaminha para o início dos ‘mata-matas’, nas quartas de final. As decisões em ida e volta seguem até a final, que celebra os dois gloriosos clubes que abandonarão o ‘lado negro da força’ do futebol paulista.

Com o recente enxugamento das séries A1, A2 e A3 para 16 clubes cada, tornou-se cada vez mais difícil alcançar o ‘paraíso’ da A1. Agora, os acessos (e descensos) são sempre ‘de dois em dois’. A propósito, Taboão da Serra e São Carlos acabaram de cair da A3 para a ‘segundona’, ou melhor, ‘quartona’ de 2020.

Folgam na 1ª rodada: Osvaldo Cruz, Matonense, Rio Branco, Manthiqueira, Jabaquara, VOCEM, Marília, Elosport, Assisense, Itararé e Santacruzense.

Mauaense e Suzano jogariam sábado no Pedro Benedetti, em Mauá, mas o estádio foi interditado e, a partida, suspensa.

Rodada 1

Sábado (6)

15h – Andradina x Tupã – Evandro Brembatti Calvoso, em Andradina
15h – Catanduva x Inter de Bebedouro – Silvio Salles, em Catanduva
15h – José Bonifácio x Fernandópolis – Antônio Pereira Braga, em José Bonifácio
15h – Amparo x Atlético Mogi – José de Araújo Cintra, em Amparo
15h – Itapirense x União Barbarense – Coronel Francisco Vieira, em Itapira
19h – São José x Paulista – Martins Pereira, em São José dos Campos

Domingo (7)

10h – América x Bandeirante – Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto
10h – Taquaritinga x Catanduvense – Dr. Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga
10h – Francana x Sãocarlense – Dr. José Lancha Filho, em Franca
10h – XV de Jaú x Brasilis – Zezinho Magalhães, em Jaú
10h – Independente x Jaguariúna – Comendador Agostinho Prada, em Limeira
10h – União Mogi x Joseense – Francisco Ribeiro Nogueira, em Mogi das Cruzes
10h – Flamengo x Mauá – Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos

Segunda (8)

15h – Barcelona x Guarulhos – Nicolau Alayon, em São Paulo

Divulgação: FPF

LEIA MAIS:
REAL MADRID ENTRA EM ACORDO COM RABIOT, SEGUNDO IMPRENSA FRANCESA