“Um árbitro covarde complica o jogo”, afirma José Roberto Wright

O ex-árbitro de futebol José Roberto Wright foi entrevistado por Leonardo Gaciba, neste domingo, no Esporte Espetacular. O bate-papo ocorreu no quadro  “Senhor Juiz”, do Baú do Esporte. Ele falou sobre a final do Carioca de 1985, Copa de 90 e Libertadores de 1981. Os  lances foram acompanhados de perto por Sandro Meira Ricci e Paulo Cesar de Oliveira.

Otávio Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Globo

No inicio da entrevista o ex-arbitro  começou falando sobre as principais características de um bom juiz. “”Um árbitro tem que ter coragem. Um árbitro frouxo, um árbitro covarde complica o jogo”, afirmou José Roberto Whight. Ele falou isso se referindo ao lance da Libertadores de 1981, quando expulsou Reinaldo do Atlético Mineiro. Wright também comentou sobre a avaliação que faz sobre a arbitragem atualmente, afirmando que os juízes são “covardes e estão deixando a pancada comer”, completou.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva

Ocorreu também durante a entrevista uma revisão do lance polêmico da Libertadores de 1981. Sandro Meira Ricci e Paulo Cesar de Oliveira afirmaram que não teve força excessiva e que caberia um amarelo. Já Wright enfatizou que ocorreu um pontapé e que acertou na decisão. Wight apontou também que já tinha dito que iria expulsar o jogador na próxima vez. “Se eu não tivesse avisado a eles que seria cartão vermelho na próxima entrada, eu diria que um amarelo poderia até segurar. Mas pelo clima do jogo não tinha mais como.”

Outra partida destacada  foi a da final do Carioca de 1985, entre Fluminense e Bangu. Mas nesse lance ele admitiu que ocorreu a penalidade, mas já tinha encerrado o jogo Isso impediria o uso do VAR, segundo Wright. Ele também comentou sobre o ano de 1990, quando foi escolhido para ser árbitro da Copa do Mundo daquele ano, um dos marcos da sua carreira. Na semifinal, entre Inglaterra e Alemanha, Whight ganhou a nota 9.9, a maior até hoje em uma Copa do Mundo.

Saiba mais:

Veja quais foram as maiores audiências da Globo RJ com o futebol em março