Acordo entre Palmeiras e EI prevê mais R$34,5 milhões ao clube se não houver assinatura com a Globo, diz blog

O acordo entre o Palmeiras e a Turner, dona do Esporte Interativo, pode gerar mais um bom dinheiro ao clube paulista. Segundo publicado pelo blog do Gian Oddi, da ESPN, nesta quinta-feira (16), o Verdão deve receber mais R$34,5 milhões, pago de forma parcelada até o fim do ano, se não assinar com a Globo para os jogos na TV aberta.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Agência Palmeiras

A cláusula é uma garantia de compensação ao Palmeiras por não fechar com a Globo. Segundo o blog, o acordo do pagamento adicional é válido não apenas até o fim de 2019, mas todos os próximos seis anos de contrato entre o clube paulista e a Turner, que adquiriu os direitos de transmissão de outras equipes para o Brasileirão.

Porém, a cláusula é válida apenas para a assinatura em TV aberta com a Globo, não incluindo assim as transmissões em pay-per-view do Premiere FC. Vale lembrar que o Palmeiras teve dois de seus jogos no Brasileirão – contra CSA e Atlético-MG – sem transmissão alguma pela falta de acordo.

O clube deseja assinar com o Premiere somente se o pagamento for feito com base na audiência das partida, não por pesquisas que decretem os tamanhos das torcidas.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O valor de R$34,5 milhões será fundamental na negociação entre Globo e Palmeiras, visto que o clube dificilmente aceitará um valor menor do que o oferecido pela Turner para ter os jogos exibidos na TV aberta. Atualmente, o único valor fixo possível de calcular no negócio são os R$12 milhões distribuídos igualitariamente entre os clubes da Série A, que equivale a 40% do valor pago pela emissora carioca. Os outros 60% são mantidos em sigilo.

Leia mais:
FLAMENGO X SPORT: QUEM É O CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987? VOTE!

JEAN MOTA ADMITE IRRITAÇÃO AO SER SUBSTITUÍDO DURANTE EMPATE DO SANTOS COM O ATLÉTICO-MG: ‘FOI COMIGO MESMO’