Entenda como foi feita a polêmica divisão dos jogos da TV para as oitavas da Libertadores

“Por que só o Flamengo na Globo?”; “Mas o Grêmio vai ser só no Facebook mesmo?”; “Globo não quis o Palmeiras por boicote”. Provavelmente você leu alguma das perguntas nas redes sociais. A Conmebol divulgou nessa terça-feira (14) a data e o horário dos jogos das oitavas de final da Libertadores. Com isso, também foi divulgado onde cada partida será transmitida e a divisão dos confrontos entre Globo, Fox Sports, SporTV e Facebook gerou muita polêmica.

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação

Com a tabela detalhada montada, as emissoras tiveram o direito de escolherem suas transmissões. Como de praxe, quem pagou mais, escolheu primeiro. A informação foi divulgada pelo UOL, que também explicou que não foi só dinheiro que determinou as partidas das oitavas da Libertadores transmitidas por cada canal.

A Globo foi a primeira escolher e ficou com o Flamengo, time de maior torcida e, consequentemente, maior audiência. Vale ressaltar que, diferente da fase de grupos, quando conseguiu renegociar seu contrato, a emissora carioca não terá mais duas partidas na TV aberta.

Em segundo na fila, o Fox Sports optou pela exclusividade de Palmeiras e Internacional. Já o SporTV, com a última escolha, decidiu transmitir Cruzeiro e Athletico. O Facebook, por sua vez, ficou com a única partida marcada para as quintas-feiras. No caso, Grêmio x Libertad.

LEIA MAIS

Guia Libertadores 2019: saiba onde assistir aos jogos das oitavas de final