FURIA perde para a ENCE pela DreamHack Open Dallas

Apesar da derrota, time brasileiro ainda não está eliminado da competição. Após perder para a ENCE, FURIA vai jogar contra a Vitallity pelas quartas de final da DreamHack Open Dallas.

Filipe Carbone
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Instagram

A FURIA perdeu para a ENCE pela DreamHack Open Dallas por 2 a 1 nesta quinta-feira (30). Os brasileiros perderam nos mapas Overpass e Nuke, mas não foram eliminados da competição. Com a derrota, a FURIA vai enfrentar a Vitallity nesta sexta-feira (31), ás 16h, pelas quartas de final. Se passar, terá a Liquid pela frente. A ENCE se garantiu na semifinal e aguarda o vencedor entre FaZe e G2.

Os brasileiros vão enfrentar uma Vitality embalada após a vitória do cs_summit. Dessa forma, a equipe francesa chegou até as quartas de final após vencer três melhores de três. A primeira contra a Lucid Dream por 2 a 0. Em seguida venceram o clássico time da NiP por 2 a 0, e, por fim, contra os dinamarqueses da North, também por 2 a 0.

FURIA faz jogo duro contra a ENCE na Overpass

O primeiro mapa da disputa entre FURIA e ENCE foi de escolha dos brasileiros. Entretanto, o time liderado por ‘arT’ não conseguiu se sair bem na Overpass. Apesar do bom início a FURIA perdeu por 16 a 9. Apesar da larga vantagem o placar não conta como de fato a partida foi.

Na primeira metade a organização brasileira foi muito competente nas escolhas como terrorista. Eles chegaram a abrir uma vantagem de 8 a 2, mas viram a diferença ir reduzindo cada vez mais até terminar 8 a 7. Desas forma, a FURIA não conseguiu encaixar a mesma vantagem defendendo os bombsites.

Com isso, o máximo que eles conseguiram fazer foi vencer apenas um ponto de contra-terrorista. Por outro lado, os finlandeses da ENCE se mostraram extremamente preparados para a partida. Jere ‘sergej’ Salo foi o grande do mapa.

Vitória brasileira na Train

A ENCE teve a chance de despachar a FURIA de vez no mapa de própria escolha. Iniciando como terrorista, os finlandeses precisavam fazer poucos pontos para tentar recuperar a vantagem como contra-terrorista. No entanto, os brasileiros sofreram, mas conseguiram arrancar a vitória na Train por 16 a 11.

O que garantiu a vitória da FURIA no mapa foi o excelente lado de CT. Apesar da ENCE conseguir fazer três pontos, ficou difícil reverter a vantagem criada por ‘arT’ e companhia. A primeira metade terminou bem favorável para a FURIA, que venceu por 12 a 3.

No entanto, o time tomou um susto na segunda metade. Isso porque mesmo fazendo um bom começo de terrorista e deixando a partida a apenas um ponto do fim, tiveram uma dificuldade enorme para finalmente fechar o mapa. Com a ENCE ficando cada vez mais perto do placar, justamente em um anti eco a FURIA conseguiu levar a partida para o mapa decisivo.

Decisão na Nuke

A FURIA teve a chance de engatar uma boa vantagem no mapa decisivo. No entanto, mesmo começando a Nuke de contra-terrorista, os brasileiros não conseguiram fazer um bom jogo. No mapa conhecido por ser de ampla vantagem dos CTs, o que se viu foi um domínio da ENCE, que venceu por

Na primeira metade a FURIA conseguiu fazer os três primeiros pontos do mapa. Entretanto, a partir daí, só se viu os finlandeses brilhando. A ENCE encaixou 7 rounds em sequência e chegou a fazer 7 a 3, mas a FURIA teve uma pequena recuperação. Com isso, fecharam a primeira metade perdendo de 9 a 6.

Como era de se esperar, a FURIA não conseguiu superar a ENCE no último mapa do Grupo B da DreamHack Open Dallas. Os brasileiros não conseguiram superar o time da Finlândia como terrorista e foi questão de tempo para que os finlandeses fechassem o mapa. E foi exatamente o que aconteceu. Após pontuar apenas três vezes a FURIA acabou perdendo por 16 a 9.

LEIA MAIS

ENCONTRO DE GERAÇÕES: ECS Finals coloca FalleN e ZywOo frente a frente

CS:GO: Fallen completa 28 anos; confira jogadas marcantes do verdadeiro

“Saímos da rotina”: Coach de eSports aponta remédio contra vício nos games