Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

João Chianca vence o QS 3000 Héroes de Mayo Iquique Pro, no Chile

O surfista de Saquarema bateu todos os recordes da semana na final do QS 3000

Aline Taveira
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: João Chianca (RJ) (Foto: Nicolás Diaz)

Héroes de Mayo Iquique Pro foi encerrado com chave de ouro, com o saquaremense João Chianca batendo todos os recordes da semana de altas ondas em La Punta, na bateria que fechou o domingo de praia cheia em Iquique, no Chile.

Com a vitória, João faturou o prêmio máximo de 15.000 dólares em Iquique e assumiu a liderança no ranking sul-americano da WSL South America, assim como Leo Casal na categoria Pro Junior, ao ganhar a final catarinense com Lucas Vicente.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

“Foi incrível vencer aqui e não tenho nem palavras para descrever o que estou sentindo nesse momento. É a minha primeira vitória no QS, estou muito feliz e quero comemorar muito esse título”, disse João Chianca. “Era um sonho distante liderar o ranking sul-americano”.

João Chianca praticamente não errou nada e conseguiu nota 8,17 logo em sua segunda onda. Depois, começou a arriscar os aéreos e completou um na finalização de uma onda que já vinha destruindo desde o início com batidas verticais e grandes manobras. Um dos cinco juízes chegou a dar nota 10 para ele e a média ficou em 9,57, a maior entre todas as ondas surfadas pelos mais de 230 participantes das quatro competições disputadas nesta semana em Iquique. Essa nota selou a vitória por 17,74 a 13,27 pontos contra o australiano Dean Bowen.

Outras finais

Leo Casal (SC) (Foto: Nicolás Diaz)

 

A espanhola Nadia Erostarbe ganhou o QS 1500 e no Pro Junior os campeões foram o catarinense Leo Casal e a havaiana Gabriela Bryan.

A final Pro Junior masculina valia o primeiro lugar no ranking sul-americano Pro Junior, no confronto caseiro entre dois catarinenses de Florianópolis. Lucas Vicente, adversário de Casal, poderia conseguir um feito inédito de liderar os dois rankings da WSL South America com a vitória no Chile.

“Eu cresci junto com o Lucas (Vicente) e para mim ele é um dos melhores surfistas, sempre treinei olhando para ele como um ídolo, seguindo os passos dele e só em estar com ele na final já foi um grande momento na minha carreira”, disse Leo Casal. “Sair com a vitória numa bateria tão disputada assim com ele, foi muito emocionante e estou muito feliz. Um dos meus focos esse ano é conquistar uma vaga pro Mundial Pro Junior da WSL e agora é ir para as próximas etapas confiante para conseguir outros bons resultados para isso”.

Saiba tudo sobre surf em Quebrando Quilha!

Leia mais: Corona Bali Protected: conheça os vencedores da etapa 2019

Lucas Silveira supera Gabriel Medina e vence o Krui Pro 3000 na Indonésia

O surfe feminino brasileiro precisa de ajuda