Josef Newgarden lidera quarta-feira marcada por acidentes em Indianápolis

Josef Newgarden foi o piloto mais rápido do segundo dia de treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis, sexta etapa da temporada da Indy. Nesta quarta-feira (15), o americano, único piloto da Penske que ficou fora do grupo dos dez melhores na terça-feira, registrou o melhor tempo do dia ao marcar 39s3260 na melhor de suas 82 voltas no Indianapolis Motor Speedway, com uma média de 228.856 milhas horárias.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: IndyCar

A segunda colocação ficou com Scott Dixon, piloto da Chip Ganassi que acabou a quarta-feira com um tempo apenas 0s0036 pior em relação a Newgarden. Spencer Pigot, com um equipamento preparado pela Carpenter, foi o terceiro melhor, sendo seguido por Santino Ferrucci, quarto com um carro da Dale Coyne. O grupo dos cinco primeiros ainda contou com o brasileiro Helio Castroneves, da Penske.

Sébastien Bourdais, companheiro de Ferrucci na Dale Coyne, ficou com a sexta colocação, e foi seguido por Zach Veach, melhor piloto da Andretti na sessão com o sétimo tempo. Charlie Kimball, da Carlin, registrou o oitavo tempo, e foi seguido por Ed Jones, da Carpenter. O emiratense viu seu companheiro – e chefe – Ed Carpenter completar a lista dos dez mais rápidos.

Os outros dois brasileiros tiveram desempenhos distintos nesta quarta-feira. Matheus Leist colocou a AJ Foyt na 12ª colocação na folha de tempos, sendo 0s3150 mais lento que o tempo obtido por Newgarden. Tony Kanaan, companheiro de equipe do piloto gaúcho, ficou um pouco mais atrás na classificação, sendo o 24º, apenas 0s4330 pior que o tempo mais baixo do dia.

A terça-feira foi marcada ainda por dois acidentes em Indianápolis. O primeiro aconteceu com Fernando Alonso, que perdeu o carro na curva 3, acertando o muro externo por duas vezes, e o infield uma vez. Sem carro para dar sequência aos treinamentos, o espanhol da McLaren fechou o dia apenas com o 29º tempo, completando 46 voltas no oval de 2,5 milhas.

Na parte final do treinamento, foi a vez de Felix Rosenqvist acertar o muro. O sueco, que faz sua temporada de estreia na Indy pela Chip Ganassi, escapou na curva 2 do circuito e acertou o muro com força. O carro do piloto estreante no Brickyard atravessou a pista e acertou uma barreira de proteção no infield, provocando nova interrupção. Rosenqvist nada sofreu.

Os treinos para as 500 Milhas de Indianápolis seguem nesta quinta-feira (16), novamente com seis horas de pista liberada para os pilotos. A corrida acontece no dia 26 de maio.

Foto: IndyCar