Magnussen lidera manhã de testes da F1 em Barcelona

Kevin Magnussen foi o piloto mais rápido da manhã do segundo dia de testes coletivos da Fórmula 1, que acontece nesta quarta-feira (15), no Circuito de Barcelona, na Espanha. Utilizando os pneus de composto C3, os macios do último GP da Espanha, o dinamarquês da Haas anotou 1min18s101 no melhor de seus 46 giros pelo traçado de Montmeló, quando a sessão estava em seus últimos 90 minutos.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Haas

A segunda posição ficou com Antonio Fuoco, piloto da Ferrari que completou 60 voltas e terminou com um tempo 0s081 pior em relação a Magnussen. Alexander Albon, com a Toro Rosso, fez 42 voltas e terminou com o terceiro melhor tempo, sendo seguido na classificação por Kimi Räikkönen, que fechou 47 voltas com a Alfa Romeo. Charles Leclerc foi o quinto, dando 73 voltas com a Ferrari.

Nicholas Latifi registrou 51 passagens pelo circuito catalão e terminou com o sexto tempo. O piloto da Williams foi seguido por Nikita Mazepin, piloto que mais deu voltas na sessão, com 82 giros a bordo da Mercedes. Jack Aitken, da Renault, completou 42 voltas e foi o oitavo mais rápido, ficando à frente de Oliver Turvey, nono com a McLaren após 52 voltas. Dan Ticktum, da Red Bull, foi o décimo, e fechou 45 voltas.

A folha de tempos foi completada por dois pilotos da Racing Point, equipe que viu Lance Stroll anotar o 11º melhor giro da sessão após 53 voltas, e Nick Yelloly, que passou pelo traçado do Circuito de Barcelona por apenas 20 vezes ao longo da manhã no autódromo localizado na cidade de Montmeló.

A sessão contou com três paralisações ao longo das primeiras quatro horas de atividade. Primeiro, Ticktum parou com a Red Bull na curva dez, chamando a primeira bandeira vermelha do dia. Depois, foi a vez de Latifi parar na saída do pit-lane com problemas em sua Williams. Por fim, Mazepin escapou da pista na curva 11, provocando o encerramento da atividade.

O último dia de testes em Barcelona segue até 13h, pelo horário de Brasília, e contará com o brasileiro Sérgio Sette Câmara na condução da McLaren.

Foto: Haas