“O fisiculturismo vem caindo muito nos últimos anos”, diz campeão brasileiro

José de Souza Rocha Filho, 61 anos, foi campeão brasileiro de fisiculturismo no último sábado, em campeonato disputado em Santo Amaro – SP, pela Nabba WFF. Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o atleta comentou sobre o cenário atual da modalidade no Brasil.

Matheus Chaves Melo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Matheus Chaves/Torcedores.com

“Eu fico muito feliz em poder chegar com 61 anos e ser o número 1 do Brasil na minha categoria (Master acima de 60 anos)”, disse o atleta após a conquista.

José iniciou cedo a sua trajetória no esporte, em 1986 ele já competia pela IFBB. Em 2010 ele parou e ficou 8 anos fora dos palcos. No fim do ano passado ele voltou e foi campeão Sul-Americano pela Nabba. Agora, com o título brasileiro, ele disse ter vontade de continuar competindo, mas afirmou não saber se vai continuar. “Está muito difícil competir, preciso achar alguém para me ajudar com as inscrições pelo menos. Aqui no Brasil não tem retorno, a gente disputa por prazer”.

“Eu tenho uma academia e vivo disso. No meu ponto de vista o fisiculturismo vem caindo muito, até mesmo na divulgação, em 2010 tinha revista de musculação com 70 mil exemplares. Hoje eu fui campeão brasileiro, mas amanhã ninguém sabe”, comentou.

Sobre a mudança do fisiculturismo nos últimos, José afirmou que a questão financeira agora está pesando mais. “Em 2000 eu competi em Lima, competi em Dubay e não gastei nada. As federações bancavam tudo. Essa é a grande mudança”.

LEIA MAIS:
Angela Borges é campeã no Diamond Cup Portugal
Bicampeã mundial, fisiculturista Letícia Melo revela seus planos para o futuro