Palmeiras vence San Lorenzo em casa e garante melhor campanha da fase de grupos da Libertadores

O Palmeiras bateu o San Lorenzo por 1 a 0 nesta quarta-feira (8), jogando no Allianz Parque, e garantiu não só a primeira posição do grupo F, como também a melhor campanha geral da fase de grupos da Libertadores. O Verdão chegou aos 15 pontos e contou com o tropeço do Cruzeiro para alcançar o posto que vai lhe dar a vantagem de decidir todos os jogos do mata mata em casa.

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Conmebol Libertadores twitter oficial

Panorama da partida

Já classificado para as oitavas de final, o time de Felipão disputava a primeira colocação do grupo em um confronto direto contra os argentinos, e entrou em campo com uma equipe modificada. Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Deyverson, e Bruno Henrique foram poupados após a sequência de jogos entre Brasileirão e Libertadores. O clube paulista, que também teve Gustavo Scarpa inicialmente preservado no banco, pareceu sentir a ausência de alguns de seus titulares e fez um primeiro tempo bastante abaixo do que normalmente tem apresentado.

Primeiro tempo

Apesar de ter dominado as ações da primeira etapa, mantendo a posse de bola e pressionando o San Lorenzo, o Palmeiras não conseguiu levar muito perigo ao gol de Monetti. Insistindo nas jogadas de bola alçada na área, até mesmo por meio dos laterais longos, o clube paulista teve as melhores chances em chutes de média distância e em lampejos de jogadas bem construídas, como o cruzamento de Zé Rafael que deixou Moisés de frente para a meta dos argentinos, em lance que terminou com a defesa do goleiro. Os visitantes, por sua vez, não ofereceram grande trabalho a Weverton e os 45 minutos iniciais terminaram com um desempenho bastante fraco.

Etapa final

Após o intervalo, o Verdão voltou melhor, passou a ser mais incisivo e contou com alterações decisivas para dar novos rumos à partida. Borja, que completou seu centésimo jogo com a camisa alviverde, mais uma vez teve atuação apagada e foi substituído por Arthur Cabral aos 14 minutos, uma alteração que foi comemorada pelo torcedor presente no estádio.

O momento fundamental para o resultado aconteceu aos 18 minutos, quando Gustavo Scarpa entrou em campo no lugar de Raphael Veiga. Pouco mais 10 minutos em campo foram suficientes para o artilheiro do Palmeiras na Libertadores decretar a vitória da equipe brasileira, com um chute de fora da área aos 20 que balançou as redes com grande colaboração do goleiro Monetti.

Alguns minutos mais tarde, o meia sentiu um problema na panturrilha e foi substituído por Lucas Lima por precaução. Scarpa até tentou continuar em campo, mas a comissão técnica optou por preservá-lo para evitar uma lesão mais grave. Com a vantagem no placar, o time da casa passou a administrar o resultado, chegando ao ataque em oportunidades esporádicas e sem tanto perigo.

Sem grandes sustos, o Palmeiras confirma seu favoritismo e justifica o investimento milionário avançando com a melhor campanha desta fase da competição continental. O time de Felipão terminou também a fase de grupos com o melhor ataque com 13 gols marcados e apenas um sofrido.

LEIA MAIS:

Palmeiras x San Lorenzo: Assista ao gol do jogo da Libertadores