Pixel Ripped 1995: Game brasileiro de realidade virtual terá continuação

O estúdio brasileiro ARVORE anunciou que está trabalhando em Pixel Ripped 1995, sequência de um dos melhores games de realidade virtual de 2018, o premiado Pixel Ripped 1989.

Gisele Henriques
Colaborador do Torcedores

Crédito: Imagem: Divulgação

O enredo do novo Pixel Ripped é uma viagem nostálgica para o ano de 1995, uma época histórica para o mundo dos games, onde a primeira geração de jogadores estava se tornando adulta, e os jogos eletrônicos estavam evoluindo dos ambientes 2D da era 16 bits para os espaços 3D da era 32 bits.

Na história, “o malígno Cyblin Lord está de volta para roubar a Pixel Stone, mas a nossa heroína Dot não vai deixar isso acontecer”.

Segundo a equipe da ARVORE, foi a comunidade de fãs do jogo que decidiu o futuro da série, através da interatividade no próprio game: Quem chegou no final do primeiro jogo encontrou uma máquina do tempo é possível indicar a era dos games favorita, sendo que os anos 90 foi a preferida.

A criadora da série e diretora criativa da ARVORE, Ana Ribeiro, está liderando a equipe de desenvolvimento de Pixel Ripped 1995.

Ricardo Justus, co-fundador da ARVORE, afirma: “Graças ao sucesso do primeiro jogo nós podemos dedicar mais recursos e temos muito mais experiência pra criar um jogo que é uma aventura nostálgica ainda mais inovadora e maluca. O ano de 1995 também nos possibilita fazer referência a grandes clássicos dos games e todo um novo mundo pra explorar,” disse.

Em Pixel Ripped, o jogador vive Nicola, uma aluna de segunda série que precisa ajudar Dot a salvar as duas realidades desta ameaça, encarando desafios no mundo 2D de jogos retrô, ao mesmo tempo distraindo uma professora irritada e fugindo do temido diretor do colégio no mundo 3D.

LEIA MAIS:

ESO: ELSWEYR CHEGA EM ACESSO ANTECIPADO PARA PC E MAC

METIN 2: ENTENDA COMO FUNCIONA O NOVO SISTEMA DE CORREIOS

CONFERÊNCIA ANUNCIA NOVIDADES PARA A FRANQUIA POKÉMON; SAIBA QUAIS