Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Relembre atuações históricas de brasileiros em Champions League

A Champions League é a maior competição de clubes do planeta. Viradas históricas e grandes partidas fizeram parte da edição atual, com a final sendo formada por ingleses depois de 11 anos. Liverpool e Tottenham, “os times dos milagres”, duelam no dia 1 de junho para decidir o novo campeão.

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Twitter Tottenham

Especialmente pelo lado do Tottenham, um brasileiro se destacou e fez história: Lucas Moura anotou um hat-trick para virar o jogo contra o Ajax e levar seu time para uma final de Champions League pela primeira vez na história.

Brasileiros fazem parte da história da competição. Grandes jogadores como Romário, Ronaldinho, Ronaldo, Rivaldo, Kaká e, atualmente, Neymar, tiveram e tem a oportunidade de brilhar nos campos pela Europa.

Portanto, relembre 10 grandes atuações de jogadores brasileiros na Champions League:

Neymar – Barcelona 6 x 1 PSG (2016/17) 

Foto: Divulgação/Twitter Neymar Jr.

O Barcelona sofreu um surpreendente 4 a 0 no jogo de ida em Paris. Na volta, a partida estava 3 a 0 para o time espanhol, mas Cavani diminuiu a vantagem e colocou um pé do PSG na próxima fase, já que o Barça precisaria de três gols em pouco tempo no segundo tempo naquele momento.

Neymar chamou a responsabilidade, marcou um gol de pênalti e um de falta, e deu o passe derradeiro para Sergi Roberto confirmar uma das maiores viradas da história do futebol, com protagonismo direto do brasileiro.

Kaká – Manchester United 3 x 2 Milan (2006/07) 

Foto: Getty Images

Ainda sem o domínio intenso de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, Kaká foi o melhor do mundo vencendo justamente o time do português. No Old Trafford, pela semifinal da Champions League, o brasileiro marcou dois gols importantes para a classificação do Milan, especialmente um que fez dois zagueiros ficar caídos no gramado após choque.

Ronaldo – Manchester United 4 x 3 Real Madrid (2002/03)

(Photo by Denis Doyle/Getty Images)

Era o primeiro ano dos “galáticos” do Real Madrid. Ronaldo Fenômeno fez o que poucos jogadores conseguiram na história: marcar um hat-trick no Old Trafford e, consequentemente, ser elogiado por Alex Ferguson. Apesar da derrota do time espanhol, o resultado foi o suficiente para garantir o clube na próxima fase da Champions League, após um 3 a 1 no Santiago Bernabéu.

Belletti – Barcelona 2 x 1 Arsenal (2005/06) 

Foto: Getty Images

Não foi uma atuação de gala como as citadas acima. Porém, Belletti foi o herói improvável do segundo título do Barcelona, algo que jamais será esquecido. Em um elenco com Ronaldinho, Deco, Eto’o, Messi e outros grandes nomes, o brasileiro saiu do banco para marcar o gol da taça.

Ronaldinho – Barcelona 1 x 1 Chelsea (2005/06) 

Além do show de habilidade que lhe é habitual, Ronaldinho marcou o gol que garantiu o Barça nas quartas de final da edição 2005/06, após grande lance individual.

(Photo by Denis Doyle/Getty Images)

Luiz Adriano – Shakhtar 7 x 0 Bate Borisov (2014/2015) 

Luiz Adriano conseguiu a incrível façanha de marcar cinco gols em um único jogo, algo que apenas Messi conseguiu em Champions League. Apesar de a partida não ter um peso gigante, a atuação do atacante tem que ser destacada.

Dida – Milan 0 x 0 Juventus (2002-03)

Nem só quem faz gols e dribles desconcertantes merece um lugar nessa lista. Dida, na grande final de 2003, justo contra a rival Juventus, teve uma atuação impecável com a camisa do Milan. Além de contribuir para o placar ficar zerado no tempo normal, o ex-Corinthians foi essencial ao pegar três pênaltis na disputa derradeira para definir o grande campeão.

Juary – Porto 2 x 1 Bayern de Munique (1986/87)

O único jogador que não é da “era moderna” da Champions League. Em uma época que pouco dos grandes jogadores brasileiros iam para clubes competitivos da Europa, Juary, ex-Santos, conseguiu ajudar o Porto a virar a partida na final da competição. Ele saiu do banco, deu assistência para o empate e fez o gol do título.

Alexandre Pato – Real Madrid 2 x 3 Milan (2009/10)

Em pleno Santiago Bernabéu, ainda na fase de grupos, Alexandre Pato marcou dois gols e comandou a vitória contra “os novos galáticos” do Real Madrid, que tentava fazer uma nova versão de craques com Cristiano Ronaldo e Kaká no elenco.

Lucas Moura – Ajax 2 x 3 Tottenham (2018/19)

Foto: Divulgação/Twitter Tottenham

Para fechar com chave de ouro e de forma especial essa lista, Lucas é o dono da festa. Ele simplesmente fez chover na Holanda, se emocionou após o jogo e levou os Spurs para a primeira final de Champions League de sua história. Além de tudo, o jogador ex-São Paulo é destro, mas marcou tudo de esquerda. Uma noite especial para alguém que lutou tanto por esse momento.

LEIA MAIS:

Liverpool deixa mensagem no Twitter após classificação do Tottenham: “Vejo você em Madrid”