Saiba o que o Cruzeiro precisa para se classificar às quartas da Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (15), o Cruzeiro empatou em 1 a 1 contra o Fluminense no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O jogo foi válido pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado deixa o confronto em aberto. O embate de volta está marcado para o dia 5 de junho, e ocorrerá no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Saiba o que o Cruzeiro precisa para avançar às quartas de final da competição nacional.

Felipe Gomes da Costa
Colaborador do Torcedores
Cruzeiro

Crédito: Divulgação/Facebook Cruzeiro Esporte Clube

O que o Cruzeiro precisa para avançar

Para o duelo de volta, a Raposa precisará de uma vitória simples para ir às quartas de final. Em caso de novo empate, a decisão irá para as penalidades.

O critério do gol fora de casa, que seria benefício ao clube mineiro, não está mais em vigor. Esta condição foi extinta já na edição de 2018.

Jogo de ida

No primeiro tempo da partida, o Fluminense, atuando em casa, teve maior domínio do jogo. Apesar de pressionado, o Cruzeiro conseguiu manter a igualdade no placar.

No segundo tempo, mesmo sem conseguir se impor em campo, o Cruzeiro abriu o placar com o atacante Pedro Rocha, aos 12 minutos. Com a vantagem, que no momento dava o direito de jogar por um empate no Mineirão, a equipe celeste adotou uma postura ainda mais defensiva. O Fluminense, que precisava de um resultado positivo em seus domínios, criou diversas oportunidades de gol. Aos 48 minutos, a equipe carioca finalmente conseguiu o empate, com o atacante João Pedro.

O resultado mantém as duas equipes com reais chances de classificação.

Ficha técnica

Fluminense 1×1 Cruzeiro

Motivo: Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil

Data: 15/05

Horário: 21h30

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Público e renda: 15.912 /R$ 398.635,00

Cartões amarelos: Nino e Ganso (FLU); Lucas Romero e Rodriguinho (CRU)

Gols: Pedro Rocha, 12’/2ºT (0-1) e João Pedro, 48′ 2ºT (1-1)

Fluminense 

Rodolfo; Gilberto, Nino e Matheus Ferraz e Caio Henrique; Allan, Daniel (Ewandro), Léo Artur (Marcos Paulo) e Paulo Henrique Ganso; Yony González e Luciano (João Pedro). Técnico: Fernando Diniz.

Cruzeiro

Fábio, Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho (Jadson) e Pedro Rocha (David); Fred (Sassá). Técnico: Mano Menezes.