Futebol

Thiago Rodrigues revela profunda identificação com o Paraná: “minha vida”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação / Paraná Clube.

Na última quinta-feira (16), o marketing tricolor divulgou nas redes sociais entrevista exclusiva com o goleiro. Hoje com 30 anos, o atleta é cria do clube.

No primeiro “Fala, Jogador” do ano, quadro comandado pelo entrevistador Serginho Lacerda, o convidado foi o titular da meta paranista na Série B do Campeonato Brasileiro. Torcedor assumido do Paraná, o “prata-da-casa” contou no bate-papo um pouco da sua trajetória na vida e no esporte.

Nascido em São Paulo, o goleiro chegou no Tricolor paranaense aos 15 anos de idade. Após subir para o profissional, foi lançado em 2010 pelo treinador Marcelo Oliveira – a quem chamou de “paizão”. Mas o começo não foi nada fácil. No ano seguinte, já titular da equipe, Thiago integrou o elenco que foi rebaixado no torneio estadual. Nas palavras do jogador, um verdadeiro “pesadelo”.

Após deixar o clube em 2014, o arqueiro rodou por algumas equipes do Sul do país. Na passagem pelo Figueirense, entre 2016 e 2017, jogou pela primeira vez na divisão de elite do futebol brasileiro. Em 2018, de volta ao Paraná, encarou mais uma vez os holofotes e desafios da Série A. E infelizmente, mais um rebaixamento também.

Conselhos e agradecimentos

Conforme revelou na entrevista, o atleta tornou-se amante dos livros, por influência dos pais. Consciente e esclarecido, Thiago defendeu que, assim como o conhecimento em geral, o hábito da leitura proporciona um “algo a mais” ao jogador de futebol. E de quebra, ainda indicou a obra “O Poder da Ação”, do escritor Paulo Vieira. Vale a pena conferir.

Em relação aos colegas de profissão, sobraram elogios para os goleiros Régis, Marcos e Richard. Todos ídolos da torcida paranista – e do próprio Thiago. E ao final do bate-papo, muitos afagos também para o próprio Paraná, time onde o arqueiro afirma viver “a cada dia, um sonho”.

Clique aqui para conferir a entrevista com o goleiro Thiago Rodrigues, na íntegra.