Alvo de críticas, Arena do Grêmio explica situação do gramado e recebe visita de Tite

Empresa que administra o estádio tricolor soltou uma nota oficial dando a sua versão sobre as condições do gramado, que vem sendo detonado durante a Copa América.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Divulgação/Arena

A cada jogo da Copa América na Arena, o roteiro se repete com críticas pesadas às condições do gramado. Depois de Luis Suárez apontar problemas na quinta-feira passada, após o empate em 2×2 entre Uruguai x Japão, dessa vez Lionel Messi e o técnico da Argentina, Lionel Scaloni, reclamaram neste domingo após a vitória por 2×0 sobre o Catar.

Em nota, a Arena do Grêmio se defendeu e deu dois motivos para as condições do campo não estarem boas: o uso excessivo em curto período e o clima. Segundo a empresa que administra o estádio, a temperatura alta em Porto Alegre nesta época do ano atrapalha a grama plantada para o inverno.

Veja a íntegra do comunicado da Arena:

“A Arena do Grêmio esclarece que as condições do gramado dependem de algumas variáveis. A combinação de duas delas em particular tem retardado a recuperação plena do mesmo:

A primeira e mais importante é relacionado ao clima. A Ryegrass (grama utilizada no inverno) se desenvolve melhor em temperaturas mais baixas, o que não está ocorrendo em Porto Alegre neste período. Aliada ao sombreamento do inverno (metade do campo), as temperaturas estão mais elevadas, retardando o desenvolvimento da mesma e a sua recuperação pós atividades.

A segunda refere-se justamente à frequência do uso do gramado: Pelas características da competição, durante o período de 14 a 23 de junho o gramado foi utilizado em sete ocasiões (três partidas, um treino de reconhecimento e três treinos de aquecimento no pré-jogo). Os treinos exigem muito do gramado e o afetam de forma heterogênea, apresentando mais desgastes em algumas áreas do campo, dependendo das atividades realizadas.

Estas duas variáveis em concomitância tem contribuído para uma recuperação mais lenta do nosso gramado. Estaremos empenhados e realizando os manejos adequados para alcançar as condições necessárias para a pratica do melhor futebol em nossa arena”.

Tite faz visita

Coincidência ou não, a próxima seleção a estar na Arena será a do Brasil. Na quinta-feira, o time canarinho jogará pelas quartas de final contra um rival a ser conhecido na rodada desta segunda. Tite fez uma visita ao estádio gremista para verificar as condições e, segundo o portal UOL, não gostou do que viu.

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Tite verificou situação da Arena e não gostou – Foto: CBF/Divulgação

O técnico esteve acompanhado do diretor de futebol da Seleção Brasileira, Edu Gaspar, na visita à Arena. Ele entende que o gramado em boa condição é fundamental para o estilo de jogo do seu time. Muito por isso, fez recentemente rasgados elogios ao estado do Morumbi e da Arena Corinthians.

Presidente do Grêmio se manifesta e alfineta a Argentina

Quem repercutiu toda essa situação foi o presidente gremista Romildo Bolzan Jr, em entrevista concedida ao site da Veja. Ele admitiu que o gramado da Arena está ruim, mas alfinetou a Argentina por conta das reclamações.

“Em particular, a Argentina tem de jogar mais antes de reclamar. Isso ficar por conta do Grêmio, e não da Arena Portalegrense. Que a Argentina jogue mais do que propriamente ficar reclamando do gramado”, disparou.

Não é de hoje que o gramado apresenta problemas. No início de 2018, os próprios jogadores do Grêmio e o técnico Renato Portaluppi fizeram suas reclamações. A empresa administradora do estádio, durante a Copa do Mundo, fez a troca do campo, mas as críticas voltam agora a aparecer com força em meio à Copa América.

“Há um problema congênito da Arena do Grêmio de não pegar sol. É um problema seríssimo. É uma Arena fechada, que não toma sol. Então há um problema de se fazer a floração, a fotossíntese, o crescimento da grama, o processo de regeneração do gramado. E isso gera problemas”, acrescentou Bolzan.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

“Aqui não é Grêmio!”? Luan não se arrepende de respostas e revela origem da briga com Sasha

Centroavante do Grêmio faz gol, imita o saci, mas Inter vira e volante responde: “Quebramos a outra perna”

Com gol de título e comemoração-saci, ex-volante cita ano da “reviravolta” no Inter e lamenta: “Só queria ter ficado”

Uendel, sobre D’Alessandro: “A gente está vendo a história ser construída na nossa frente”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram