Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Antônio Cara de Sapato sofre assalto em SP e relata susto

O lutador Antônio Cara de Sapato, campeão da terceira temporada do TUF Brasil, foi vítima de um assalto nesta sexta-feira (7) em São Paulo. O indivíduo armado levou um relógio do atleta, de alto valor.

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Reprodução

Atualmente, o paraibano treina na Flórida, na academia American Top Team, Cara de Sapato estava em São Paulo para cumprir agenda de compromissos. Sentado no banco do carona, viu o amigo que conduzia o veículo, ser abordado pelo assaltante.

Além disso, ao canal Combate, ele lembrou que o ladrão pediu o relógio do atleta. O peso-médio do UFC entregou o objeto, entretanto, a Polícia Militar apareceu, o assaltante fugiu de moto, disparando em direção ao carro.

“Estava indo tirar umas fotos. Quando paramos no sinal, em frente ao shopping, no Itaim, um cara bateu no vidro com uma arma. Eu estava no carona, ouvi só o barulho e falei: “P*** que pariu, estou fod***, perdi o celular”. Mas o cara queria meu relógio, não quis carteira e nem celular. Dei na hora. Chegou um policial do outro lado da rua apontando a arma para o bandido, que atirou na nossa direção, correndo. Uma bala pegou no para-brisa, perdeu força e resvalou no outro carro. A outra pegou entre uma porta e outra, bem no meio. Foi um cagaço do cara***”, disse Cara de Sapato.

O lutador disse estar sobretudo agradecido por ter saído ileso do assalto, mas igualmente  lamentou a perda do relógio. Ele registrou ocorrência na 15ª DP.

“Agradeci a Deus por não ter acontecido nada. Tivemos sorte de não pegar na gente. Era um Rolex. Po***, velho, custa um dinheirinho, comprei seminovo, faz um tempo que eu tenho” – declarou o faixa-preta de jiu-jítsu.

Refeito do susto, Cara de Sapato conta que contudo ficou preocupado com o motorista do carro ao lado, pois uma das balas perfurou a parte localizada próxima à cabeça do condutor.

“Velho, o outro motorista estava com a cabeça exatamente naquele lugar. Eu pensei que tivesse matado o cara, porque ele ficou com a cabeça encostada. O policial falou com ele…. O cara saiu chorando, era aniversário do pai dele. Ele ligou para o pai e falou: “Você teve um filho de novo”.

LEIA MAIS

Lesão tira Cara de Sapato de luta no UFC 231

As melhores notícias de esportes, direto para você