Artilheira da Copa do Mundo, Alex Morgan “escreveu” o próprio futuro aos sete anos de idade; entenda

Alex Morgan foi autora de cinco dos 13 gols marcados pelos Estados Unidos na vitória histórica diante da Tailândia pela Copa do Mundo de Futebol Feminino

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Jamie Smed/ Reprodução Alex Morgan twitter oficial

Os Estados Unidos fizeram história nesta terça-feira (12), vencendo a Tailândia por 13 a 0 na primeira rodada da Copa do Mundo de Futebol Feminino. A goleada foi a maior das oito edições da competição e teve como destaque a atacante Alex Morgan, que marcou cinco gols e deu três assistências no duelo.

Considerada uma das grandes jogadoras de sua posição no futebol mundial, a atleta de 29 anos começou literalmente a escrever sua história no esporte aos sete. Ao ver sua irmã escrevendo em um bilhete que sonhava em ser modelo no futuro, a pequena Alex, que gostava de jogar futebol e basquete com os garotos da vizinhança também registrou seu desejo para os próximos anos, como destacou o blog Dibradoras em seu perfil no Twitter:

“Meu nome é Alex e eu me tornarei uma atleta profissional de futebol”, escreveu Morgan em uma mensagem que acabaria sendo uma profecia para a menina da Califórnia.

“Eu ainda não sei porque escrevi. Eu nunca assisti a uma partida de futebol feminino na TV. Eu não sabia que havia uma liga profissional. Eu nem sabia que o futebol feminino era uma coisa além de jogar por diversão”,  revelou a estrela dos Estados Unidos em entrevista ao site The Players Tribune.

A carreira de Alex Morgan

A atacante teve um início cheio de obstáculos no futebol e chegou a ouvir de um treinador que não teria futuro no esporte. A artilheira relembrou sua trajetória e destacou o apoio da família para que sua carreira deslanchasse:“Com uma equipe e um treinador que acreditavam em mim, eu me superei. Fiz o programa olímpico, fiz a seleção de sub-17. Comecei a perceber que a anotação que eu havia escrito para minha mãe realmente se tornaria realidade. E então vieram as coisas que a maioria das pessoas conhece: minha estreia na seleção nacional em 2010, o ouro olímpico, a Copa do Mundo, tudo isso”. 

Alex Morgan fez sua carreira toda em clubes dos EUA (com exceção de um período de empréstimo ao Lyon em 2017), passando por: West Coast FC, California Storm, Pali Blues, Western New York Flash, Seattle Sounders, Portland Thorns FC e Orlando Pride (onde atua ao lado de Marta no ataque).

Pela seleção americana, estreou em 2010 e tem como principais títulos os Jogos Olímpicos de 2012 e a Copa do Mundo de 2015. No Mundial deste ano, Morgan terá a chance de ser protagonista de uma título americano pela primeira vez e mostrou que está determinada a este feito logo na estreia despontando na artilharia do torneio.

A seleção dos Estados Unidos é a maior vencedora da Copa do Mundo, com três títulos e entra como uma das principais favoritas a levantar o caneco em 2019. No que depender de Alex Morgan, gols não faltarão para as norte-americanas neste Mundial.

LEIA MAIS:

Alex Morgan celebra atuação de gala na goleada dos Estados Unidos na Copa do Mundo Feminina: “Foi incrível”