Botafogo é o único time do Brasileirão sem numeração fixa; situação pode mudar

Diretor de marketing do Fogão comenta possível mudança na “tradição” que vem desde 2015

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores
Botafogo

Crédito: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Em 2019, o Botafogo é o único clube que disputa a Série A do Campeonato Brasileiro a não ter numeração fixa para os atletas de seu elenco. Esta é a quinta temporada seguida que a prática é seguida no clube. Apenas nos torneios internacionais é que a “regra” não é seguida.

A apresentação de Diego Souza, o último reforço contratado neste ano, com a camisa número 7, fez bastante sucesso e o diretor de marketing do clube, João Vieira, revelou que uma possível volta à numeração fixa para os jogadores precisa de uma análise interna.

O Botafogo, tradicionalmente, reforçou sua marca com jogadores usando determinado número. Você fala na camisa 7, lembra do Garrincha, Maurício e Túlio. Fala da 13, lembra do Loco Abreu e Zagallo. A 6, do Nilton Santos. Do ponto de vista do marketing, é bom ter essa associação. Por outro lado, não ter, facilita na hora do uso do material“, disse o dirigente em entrevista ao “Lance!“.

Nós vamos conversar com o departamento de futebol. É uma decisão mais deles, que passa pelo Gustavo Noronha (vice-presidente de futebol), Anderson Barros (gerente de futebol), Eduardo Barroca e jogadores. Posteriormente, vem o comercial e o marketing. Precisamos realizar um estudo, uma análise sobre o impacto que isso pode gerar em vendas“, completou.

O próximo compromisso do Fogão após a parada para a Copa América está previsto para o dia 14 de julho, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

O time de General Severiano é o sétimo colocado na competição, com 15 pontos conquistados.

LEIA MAIS:

STJD DEFINE DATA PARA JULGAR PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO DE BOTAFOGO X PALMEIRAS

ARÃO USA FLAMENGO DE 2018 PARA ANALISAR O PALMEIRAS NESTE ANO: “VAI PERDER TAMBÉM”