Chael Sonnen é o gringo mais importante para o Brasil no UFC? Entenda

Chael Sonnen entrará no cage nesta sexta-feira (14) para enfrentar Lyoto Machida em mais uma edição do Bellator. Será mais uma encontro do brasileiro com lutadores do Brasil, uma rivalidade que está na história do MMA e do UFC

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo pareciod.

Crédito: Divulgação/Facebook Bellator MMA

Será que podemos dizer que o falastrão é o mais importante gringo para o Brasil na história das artes marciais mistas? O Torcedores.com mostra como Sonnen acabou mexendo, para o bem e para o mal, com a pátria do vale-tudo.

Cartel contra brasileiros

São oito lutas de Sonnen contra lutadores do Brasil em sua carreira. No cartel contra brasileiros, são três vitórias e cinco derrotas. Um número que mostra uma certa inferioridade do americano, mas duas das principais derrotas foram para Anderson Silva, seu maior rival.

Sonnen x Spider

O falastrão só conheceu de vez o sucesso no UFC ao se tornar o rival de Anderson Silva, na época o astro dominante do Ultimate. Foram duas lutas contra o Spider e duas derrotas. A primeira, na qual dominava a luta mas foi finalizado num triângulo do round final, é uma das viradas mais históricas do MMA.

Mas a rivalidade foi nutrida pela chuva  de provocações do falastrão. Sonnen não poupou declarações polêmicas sobre Anderson, o Brasil e os brasileiros em sua carreira, especialmente nas vezes em que desafiou o ‘Spider’

Enlouquecendo um ‘Cachorro Louco

Outro Silva também foi alvo das provocações do americano: Wanderlei Silva. Sonnen passou a dirigir suas provocações ao ‘Cachorro Louco’, que também não poupou palavras e ambos passaram a trocar provocações quase diárias.

O resultado: ambos foram escolhidos para serem os treinadores da terceira temporada do The Ultimate Fighter Brasil. Uma temporada que foi fiel ao clima de guerra entre ambos. Ainda mais com uma verdadeira briga generalizada em um dos episódios

Por diversos motivos, ligados a doping, a luta não aconteceu no UFC. Mas foi na atual casa de ambos, o Bellator, que o duelo finalmente foi realizado. Ao contrário do que aconteceu no caso de Anderson Silva, desta vez o americano riu por último e melhor.

LEIA MAIS

Técnico de Henry Cejudo diz que lutador pode subir para o peso-pena

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Bellator MMA)