Charles Leclerc domina classificação e fatura a pole para o GP da Áustria de F1

Monegasco da Ferrari quebrou o recorde do Red Bull Ring ao marcar 1min03s003 na melhor volta da fase final da classificação

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Ferrari

Charles Leclerc conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Áustria, nona etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. Depois de liderar dois dos três treinos livres no Red Bull Ring, o piloto da Ferrari se mostrou dominante na classificação realizada na manhã deste sábado (29), anotou 1min03s003, e garantiu a posição de honra pela segunda vez na carreira, e a terceira pole do time de Maranello na temporada.

A segunda posição ficou com Lewis Hamilton, piloto da Mercedes que acabou superado em 0s259 por Leclerc. A segunda fila contará com Max Verstappen, terceiro com a Red Bull, e Valtteri Bottas, piloto da Mercedes. Lando Norris, sexto mais rápido no Q3, largará em quinto com a McLaren, beneficiado pela punição sofrida por Kevin Magnussen, que perdeu cinco posições por trocar o câmbio de sua Haas.

A sexta posição ficou com Kimi Räikkönen, piloto da Alfa Romeo que será seguido por seu companheiro de equipe, Antonio Giovinazzi. Pierre Gasly, da Red Bull, completará a quarta fila do grid na Áustria. Sebastian Vettel, que não registrou voltas no Q3 por conta de problema de vazamento de óleo em sua Ferrari, partirá em nono, enquanto o punido Magnussen fechará o grupo dos dez primeiros com a Haas.

O Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 será disputado neste domingo (30), a partir das 10h10, e terá transmissão da TV Globo e da rádio Band News FM.

Confira como foi a classificação

Q1
A classificação em Spielberg começou com os pilotos partindo rapidamente à pista, com Robert Kubica, da Williams, fazendo a primeira volta rápida. Antonio Giovinazzi colocou a Alfa Romeo na ponta logo depois, mas logo foi superado por Kevin Magnussen, da Haas, que marcou 1min04s796. Pouco depois, Lando Norris pôs a McLaren na frente com 1min04s661, enquanto Lewis Hamilton saiu da pista para não atrapalhar Kimi Räikkönen.

Charles Leclerc colocou a Ferrari na frente ao marcar 1min04s304, enquanto Pierre Gasly fez ótima volta com a Red Bull, anotando o segundo tempo, sendo seguido por Verstappen, seu companheiro de equipe. Pouco depois, o monegasco melhorou seu tempo para 1min04s138 usando pneus médios. Verstappen e Vettel se alternaram na segunda posição.

A sessão seguiu para o final com Daniil Kvyat sendo atrapalhado por George Russell enquanto estava em volta rápida. Nos instantes finais, Verstappen anotou 1min03s807, sendo o mais veloz do Q1. Hamilton e Bottas fecharam a lista dos três primeiros. Foram eliminados Sergio Pérez e Lance Stroll, da Racing Point, Daniil Kvyat, da Toro Rosso, e George Russell e Robert Kubica, da Williams.

Q2
A segunda rodada da classificação começou com Bottas sendo o primeiro piloto a registrar tempo, sendo superado rapidamente por Verstappen. Leclerc, por sua vez, anotou o melhor tempo do final de semana ao marcar 1min03s459 com a Ferrari, sendo seguido por Vettel. Quem não começou bem o segmento foi Hamilton, que registrou somente o quinto tempo.

Romain Grosjean precisou ir aos boxes após ter a asa dianteira de sua Haas danificada após passar por uma das zebras do circuito. Os pilotos voltaram à pista para a última tentativa de volta rápida restando quatro minutos para o final do segmento. Bottas, que havia perdido o quarto lugar para Hamilton, retomou o posto, ficando atrás das duas Ferraris e de Verstappen.

Hamilton avançou para a terceira posição, enquanto Magnussen errou e passou pela brita, perdendo tempo. Leclerc melhorou ainda mais seu tempo, com 1min03s378, garantindo o melhor tempo, seguido por Vettel e Hamilton. Os eliminados foram Romain Grosjean, da Haas, Nico Hülkenberg, da Renault, Alexander Albon, da Toro Rosso, Daniel Ricciardo, da Renault, e Carlos Sainz, da McLaren.

Q3
Após dois minutos do início, a Alfa Romeo mandou Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi para a pista. O finlandês marcou 1min04s734 em seu primeiro giro, batendo o italiano por 0s008. Restando oito minutos para o final da sessão, todos os outros pilotos, menos Vettel, foram à pista. O alemão viu a Ferrari trabalhar em seu carro desde que estacionou nos boxes ao final do Q2.

Hamilton tomou a liderança da sessão, sendo superado por Bottas e por Leclerc, que anotou 1min03s208. Na sequência, Verstappen deixou Hamilton para trás e marcou o terceiro tempo. Vettel, por sua vez, não partiu para o Q3 com problemas no carro. Na sequência, os pilotos retornaram aos boxes para preparar o carro para a última tentativa de volta rápida.

Hamilton avançou para a segunda posição em seu último giro, enquanto Verstappen pulou para o terceiro posto. Leclerc garantiu a pole position ao baixar sua melhor marca para 1min03s003.

Foto: Ferrari