Possível greve no dia abertura preocupa Comitê Organizador da Copa América

O Comitê Organizador Local da Copa América já se movimenta para evitar transtornos na abertura da competição

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino
Copa América

Crédito: Divulgação - SPFC

Na próxima sexta-feira (14), São Paulo receberá a abertura da Copa América 2019, e para evitar contratempos diante de suposta greve prevista para o mesmo dia, o COL (Comitê Organizador Local) já traça planos com as autoridades públicas da cidade visando monitorar a proporção do ato.

Diante desta possibilidade, o diretor de operações do COL, Agberto Guimarães, fez um pedido para que todos os torcedores cheguem cedo nas dependências do Morumbi, que terá seus portões abertos a partir das 17h30. O duelo entre Brasil x Bolívia está programado para às 21h30.

A Greve Geral prevista para ocorrer em todo o país contra à reforma da previdência, conta com adesão de sindicatos ligas a profissionais de transporte urbano, como metroviários, motoristas e ferroviários.

– Nossas áreas de operação e segurança têm trabalhado em parceria com as instituições locais e fazendo monitoramento de tudo o que está acontecendo no entorno do evento. As ações devem ser tomadas pelos entes públicos. Vamos acompanhar de perto, vamos trabalhar em parceria e esperar que tudo aconteça de forma pacífica e sem nenhum problema – disse Guimarães, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, em São Paulo.

Caso a paralisação seja efetivada, ela prejudicará diretamente o deslocamento dos mais de 67 mil torcedores que já garantiram ingressos para a partida. O entorno do Morumbi será interditado às 16h, e só torcedores com ingressos e pessoas credenciadas terão acesso.

LEIA MAIS: