Direção do Internacional trabalha para acertar saídas de jogadores

O Internacional quer decidir o futuro de alguns jogadores, entre eles Iago, Rithely e Edenílson

João Pedro Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ricardo Duarte/SC Internacional

A direção do Internacional está aproveitando a pausa para a Copa América para acertar a saída de alguns jogadores do time. Segundo o Globoesporte.com, o clube também analisa nomes para encorpar a equipe a ponto de lutar pelos títulos da Libertadores da América, Brasileirão e Copa do Brasil.

Entre as saídas, a mais provável de ser realizada é a do lateral-esquerdo Iago, titular da seleção pré-olímpica que conquistou o Torneio Maurice Revello, em Toulon, na França. O lateral de 22 anos está com a situação bem encaminhada para atuar na Europa. Mais especificamente, o futebol alemão, embora a diretoria colorada evite oficializar o time e valores envolvidos. A menos que ocorra uma reviravolta, o jogador não vestirá mais a camisa do clube gaúcho.

No que depender da direção, Iago será a única venda do Internacional. O Al-Hilal, da Arábia Saudita, apresentou uma proposta por Edenilson, mas foi prontamente recusada. O volante é um dos homens de confiança do treinador Odair Hellmann. O Colorado não pretende vendê-lo, mas mantém cautela em função do dinheiro dos árabes e uma possível nova investida.

Santiago Tréllez, apesar de estar sem espaço com Odair, ainda segue com o grupo. Pelo menos neste primeiro momento. O Vasco demonstrou interesse em contar com seu futebol, mas tinha o desejo de dividir o salário do atleta com o Inter até o final da temporada (prazo que encerra o empréstimo junto ao São Paulo). A ideia não agradou aos gaúchos, que esperam novos interessados pelo jogador.

Já o futuro do volante Rithely será definido sexta-feira (21). O Internacional terá uma reunião com o staff do jogadorem São Paulo. Caso siga no Beira-Rio por mais seis meses, os gaúchos arcariam com os vencimentos na totalidade. Atualmente, eles são divididos com o Sport, detentor dos direitos econômicos. O clube pernambucano, aliás, já foi assediado por outras equipes. Entre elas o Vasco. Vanderlei Luxemburgo trabalhou com o volante quando passou por Recife em 2017.

Guilherme Parede, que já tem 25% dos direitos adquiridos pelo Inter, seguirá na mesma situação. Os gaúchos avaliarão seu rendimento no segundo semestre para, caso aprove, abocanhar mais uma fatia.

A questão financeira é preponderante no Beira-Rio. Mesmo com a venda de Iago o Inter não terá fôlego para movimentos imponentes. Até por isso, o sonho de repatriar o chileno Aránguiz ficou para trás. O nome de Sidcley, lateral-esquerdo do Dinamo Kiev, da Ucrânia, é analisado. Os europeus, entretanto, mostram-se pouco dispostos a um empréstimo, o que dificulta um avanço nas negociações.

A direção segue a rotina de trabalhos e telefonemas. No entanto, dificilmente o grupo estará fechado até sábado (22), quando reiniciam as atividades do Internacional. No dia seguinte (23) a delegação ruma à Atibaia, no interior de São Paulo, onde ficará hospedada até dia 29 de junho.

Leia mais:

Saiba qual o próximo jogo do Internacional após vitória contra o Bahia

Com Iago perto de sair, Inter mira substituto e representante fala em “percentual de esperança”