Estudo aponta queda de R$ 277 milhões no valor de mercado de Neymar

Atacante vive ‘inferno astral’ dentro e fora de campo; Jogador é acusado de estupro e tem tido diversos problemas com as lesões

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Justin Setterfield/Getty Images

A vida do atacante Neymar está virada ao avesso desde a última semana, quando explodiu o caso envolvendo a acusação de um suposto estupro contra a modelo Najila Trindade Mendes. ALém disso, o camisa 10 da seleção sofreu uma lesão no tornozelo e foi cortado da disputa da Copa América. Tudo isso somado ao fato do jogador não ter tido uma boa temporada com o PSG, também por causa de um lesão, fez com que seu valor de mercado despencasse.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

De acordo com um estudo produzido pelo The CIES Football Observatory (Centro Internacional do Estudo do Esporte), divulgado nesta segunda-feira (10) pelo jornal espanhol Marca, o valor de mercado de Neymar em janeiro, antes da primeira lesão no pé direito sofrida neste ano, era de cerca de 213 milhões de euros (R$ 937 milhões) em janeiro.

Agora, no entanto, o valor de mercado do atacante brasileiro é de 150 milhões de euros (R$ 660 milhões) – o que representa uma desvalorização de 63 milhões de euros (cerca de R$ 277 milhões).

Segundo um levantamento do jornal “L’Equipe”, Neymar, que protagonizou a transferência mais cara da história do futebol – título que ostenta até hoje – ao ser vendido pelo Barcelona por 222 milhões de euros, jogou apenas 51,8% das partidas do PSG desde que chegou ao clube em 2017.

Vale lembrar, porém, que Neymar é um dos nomes mais especulados no mercado da bola, e Barcelona e Real Madrid são apontados como os principais prováveis destinos do jogador para a próxima temporada.